terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Oscar 2017: 14 motivos para correr aos cinemas e assistir 'La La Land'

O filme mais aclamado do ano conseguiu a marca de 14 indicações os Oscar, incluindo Melhor Filme. O EGO te conta o que ele tem de especial.



La La Land (Foto: Divulgação/IMDB)

Se você ainda não assistiu a "La La Land", então não sabe o que está perdendo! Este aclamado musical conseguiu abocanhar 14 indicações ao Oscar 2017, incluindo melhor filme, melhor ator para Ryan Gosling e melhor atriz para Emma Stone.
Agora, a parte interessante: o último filme a atingir esta marca foi Titanic de 1997. Será que o filme que lançou Leonardo Di Caprio vai perder o posto de "melhor filme da história" para "La La Land"? Veja 14 curiosidades que fazem desse um filme tão especial.
1. O ENREDO
"La La Land" é um filme para sonhadores, certamente. Ele conta a história da jovem atriz Mia e do músico de jazz Sebastian. Juntos, eles seguirão rumo a seus objetivos. Não tem como não sair do cinema se sentindo inspirado.
2. É UM MUSICAL
Sim, nós sabemos, você não curte musicais. Mas vai curtir esse, prometo! "La La Land" traz a vibe da antiga Hollywood de volta, com figurinos impecáveis e números que fazem você querer dançar e cantar junto com os personagens. Não é à toa que duas músicas do filme estão sendo indicadas ao Oscar de Melhor Canção Original.
Emma Stone e Ryan Gosling (Foto: Divulgação/Dale Robinette/Paramount Pictures)Emma Stone e Ryan Gosling (Foto: Divulgação/
Dale Robinette/Paramount Pictures)
3. RYAN GOSLING E EMMA STONE
A química entre esses dois atores é tão forte que esta é a terceira vez que eles trabalham juntos. Eles interpretaram casais nos filmes "Caça aos Gângsteres", de 2013 e "Amor à Toda Prova", de 2011.
4. UM NOVO PIANISTA
Falando em Ryan Gosling, nós não podemos deixar de mencionar o trabalho musical do ator no filme. Ele precisou aprender piano para o papel de um jovem músico amante de jazz. Depois das aulas, ele foi capaz de tocar todas as músicas no piano, sem a ajuda de dublê.
5. RECORDES E MAIS RECORDES
"La La Land" foi indicado a sete prêmios Globo de Ouro em 2017, e pasmem, ele levou todos para casa, se tornando filme mais vitorioso da premiação. Além dessa proeza, o filme promete arrematar o Oscar de Melhor Filme, mas não vamos cantar vitória antes do tempo, não é?
  •  
Ryan Gosling e Emma Stone (Foto: Divulgação/Dale Robinette/Paramount Pictures)Ryan Gosling e Emma Stone (Foto: Divulgação/Dale Robinette/Paramount Pictures)
6. A CIDADE DE LOS ANGELES
O 'LA' em "La La Land" é como os moradores de Los Angeles chamam carinhosamente a cidade. Diversos pontos turísticos do lugar foram usados como cenário para as cenas de amor e música entre Mia e Sebastian.
Damien Chazelle dirigindo Ryan Gosling (Foto: Divulgação/Dale Robinette/Paramount Pictures)Damien Chazelle dirigindo Ryan Gosling
(Foto: Divulgação/Dale Robinette/Paramount Pictures)
7. O DIRETOR DAMIEN CHAZELLE
Toda obra precisa de um mestre, certo? Damien Chazelle escreveu e dirigiu o longa, que tem um toque autobiográfico. Damien se inspirou nele mesmo para criar o personagem de Ryan Gosling e introduziu nele algumas de suas próprias angústias.
8. O FILME QUASE NÃO ACONTECEU
O estúdio cinematográfico que produziu La La Land exigiu algumas mudanças antes das gravações acontecerem. Eles queriam que o diretor cortasse a sequência inicial e a sequência final. Damien Chazelle não aceitou os pitacos dos produtores e se manteve fiel ao seu próprio roteiro. O estúdio, por final, acabou aceitando.
Emma Watson (Foto: Reprodução/Giphy)Emma Watson (Foto: Reprodução/Giphy)
9. O QUE EMMA WATSON TEM A VER COM O FILME?
Sim, Emma Watson estava escalada para viver a jovem Mia no filme, mas precisou largar o projeto por conta das gravações de 'A Bela e a Fera', e foi substituída por sua xará, Emma Stone. Outro ator cotado para o filme foi Miles Teller, de Whiplash, que acabou perdendo o papel para Ryan.
10. VIDA DE ATOR
O momento mais temido por qualquer aspirante a ator é, com certeza, o momento dos testes. E em "La La Land" isso não é diferente. Uma das cenas em que Emma Stone é interrompida no meio do teste foi inspirado em um teste feito por Ryan Gosling no início de sua carreira.
11. EMMA STONE: DIVA DOS MUSICAIS
Lembra que era a Emma (a Watson) que deveria ter feito o filme? Pois bem, depois que a atriz recusou o trabalho, o diretor Damien precisava desesperadamente de uma nova atriz. Durante um passeio com sua namorada, ele assistiu o musical Cabaret na Broadway e se apaixonou por Emma (a Stone). Logo depois, da espetáculo, ele ofereceu o personagem a ela.
  •  
Emma Stone (Foto: Divulgação/Dale Robinette/Paramount Pictures)Emma Stone (Foto: Divulgação/Dale Robinette/Paramount Pictures)
12. AS QUATRO ESTAÇÕES
"La La Land - Cantando Estações" é o nome oficial do filme no Brasil. A história se passa durante um ano na vida dos personagens e como a primavera, o verão, o outono e o inverno influenciam em suas escolhas. Parece até música de Sandy e Junior.
13. ENTRE OS CLÁSSICOS
O longa já entrou para a lista de musicais clássicos, isso é fato. As gravações, inclusive, aconteceram nos mesmos estúdios onde foram gravados os célebres "Cantando na Chuva", de 1959, e "O Mágico de Oz", de 1939.
John Legend e Ryan Gosling (Foto: Divulgação/Dale Robinette/Paramount Pictures)John Legend e Ryan Gosling (Foto: Divulgação/
Dale Robinette/Paramount Pictures)
14. JOHN LEGEND
Ao contrário da maioria dois atores no filme, John é um músico que está se arriscando como ator. Pianista clássico, o astro disse ter ficado com "ciúmes" da facilidade com que Ryan Gosling aprendeu o instrumento.
BÔNUS: LA LA LAND É SIMPLESMENTE APAIXONANTE
"La La Land" merece todos os elogios que recebeu. Seja por qualquer um desses motivos ou pelo fato de ele ser leve e encantador, o longa proporciona momentos inspiradores na sala de cinema. Você não vai se arrepender.
* Sob supervisão de Edu Vallim
via Globo.com

Oscar 2017: 'La la land' tem 14 indicações e iguala recorde; veja a lista

Musical igualou o recorde histórico do prêmio da Academia de Hollywood, empatando com 'Titanic' e 'A malvada'. Cerimônia de entrega vai ser em 26 de fevereiro.



La La Land (Foto: Divulgação/IMDB)



 Com14 indicações em 13 categorias, "La la land: Cantando estações" igualou o recorde do Oscar. A marca é a mesma de "Titanic" (1997) e "A malvada" (1950). O musical disputa as estatuetas melhor filme, melhor diretor (Damien Chazelle), melhor ator (Ryan Gosling) e melhor atriz (Emma Stone), dentre outras (veja a lista completa abaixo).

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou os indicados às 24 categorias do prêmio na manhã desta terça-feira (24).
A 89ª edição da cerimônia acontecerá em 26 de fevereiro, em Los Angeles. O apresentador será Jimmmy Kimmel, escolhido após comandar o Emmy em 2012 e em 2016.

Logo atrás de "La la land", os maiores concorrentes ao Oscar 2017, com oito indicações cada, são o drama "Moonlight: Sob a luz do luar" e a ficção científica "A chegada". Já o "Manchester à beira-mar" foi lembrado em seis categorias.
Além desses quatro, disputam a estatueta de melhor filme, a principal da noite, a produção de guerra "Até o último homem", de Mel Gibson; pelo faroeste moderno "A qualquer custo"; e os dramas "Estrelas além do tempo", "Lion: Uma jornada para casa" e "Cercas".

Meryl Streep quebra o próprio recorde

Um dos destaques do anúncio desta terça foi Meryl Streep, que quebrou seu próprio recorde de categorias de atuação. Esta é a 20ª vez em que ela concorre. Agora, Meryl vai buscar a estatueta de melhor atriz por seu papel na comédia musical “Florence: Quem é Essa Mulher?". Meryl já levou o Oscar três vezes.
"La la land" apresenta a história da aspirante a atriz Mia (Emma Stone) e do músico de jazz Sebastian (Ryan Gosling), que lutam por oportunidades em Los Angeles.

Sem Brasil no Oscar 2017

Nesta edição, não há nenhum representante do Brasil entre os concorrentes. O curta de animação "Trabalho interno", dirigido pelo brasileiro Leonardo Matsuda, ficou de fora da lista.
E Sônia Braga, que era apontada como possível candidata a uma vaga como melhor atriz por "Aquarius", também não entrou entre as finalistas.
Veja os indicados ao Oscar 2017 e clique no nome do filme para ler a crítica:
Melhor filme
Ryan Gosling e Emma Stone em cena do musical 'La la land: Cantando estações' (Foto: Divulgação)Ryan Gosling e Emma Stone em cena do musical 'La la land: Cantando estações' (Foto: Divulgação)
Ryan Gosling e Emma Stone em cena do musical 'La la land: Cantando estações' (Foto: Divulgação)
"A chegada"
"Até o último homem"
"Estrelas além do tempo"
“Lion: Uma jornada para casa”
"Moonlight: Sob a luz do luar"
"Cercas"
"A qualquer custo"
"La la land: Cantando estações"
"Manchester à beira-mar"
Melhor diretor
Indicados ao Oscar de melhor diretor em 2017; a partir da esquerda: Denis Villeneuve ('A chegada'), Mel Gibson ('Até o último homem'), Damien Chazelle ('La la land'), Kenneh Lonergan ('Manchester à beira-mar')e Barry Jenkins ('Moonlight') (Foto: Reuters)Indicados ao Oscar de melhor diretor em 2017; a partir da esquerda: Denis Villeneuve ('A chegada'), Mel Gibson ('Até o último homem'), Damien Chazelle ('La la land'), Kenneh Lonergan ('Manchester à beira-mar')e Barry Jenkins ('Moonlight') (Foto: Reuters)
Indicados ao Oscar de melhor diretor em 2017; a partir da esquerda: Denis Villeneuve ('A chegada'), Mel Gibson ('Até o último homem'), Damien Chazelle ('La la land'), Kenneh Lonergan ('Manchester à beira-mar')e Barry Jenkins ('Moonlight') (Foto: Reuters)
Dennis Villeneuve ("A chegada")
Mel Gibson ("Até o último homem")
Damien Chazelle ("La la land: Cantando estações")
Kenneth Lonergan ("Manchester à beira-mar")
Barry Jenkins ("Moonlight: Sob a luz do luar")

Melhor ator
Indicados ao Oscar de melhor ator em 2017; a partir da esquerda: Casey Affleck ('Manchester à beira-mar'), Andrew Garfield ('Até o último homem'), Ryan Gosling ('La la land'), Viggo Mortensen ('Capitão Fantástico') e Denzel Washington ('Cercas') (Foto: Reuters)Indicados ao Oscar de melhor ator em 2017; a partir da esquerda: Casey Affleck ('Manchester à beira-mar'), Andrew Garfield ('Até o último homem'), Ryan Gosling ('La la land'), Viggo Mortensen ('Capitão Fantástico') e Denzel Washington ('Cercas') (Foto: Reuters)
Indicados ao Oscar de melhor ator em 2017; a partir da esquerda: Casey Affleck ('Manchester à beira-mar'), Andrew Garfield ('Até o último homem'), Ryan Gosling ('La la land'), Viggo Mortensen ('Capitão Fantástico') e Denzel Washington ('Cercas') (Foto: Reuters)
Casey Affleck (“Manchester a beira mar”)
Denzel Washington (“Cercas”)
Ryan Gosling (“La La Land – Cantando estações”)
Andrew Garfield (“Até o Último Homem”)
Viggo Mortensen (“Capitão Fantástico") 

Melhor atriz
Indicadas ao Oscar de melhor atriz em 2017; a partir da esquerda: Isabelle Huppert ('Elle'), Ruth Negga ('Loving'), Natalie Portman ('Jackie'), Emma Stone ('La la land') e Meryl Streep ('Florence: Quem é essa mulher') (Foto: Reuters)Indicadas ao Oscar de melhor atriz em 2017; a partir da esquerda: Isabelle Huppert ('Elle'), Ruth Negga ('Loving'), Natalie Portman ('Jackie'), Emma Stone ('La la land') e Meryl Streep ('Florence: Quem é essa mulher') (Foto: Reuters)
Indicadas ao Oscar de melhor atriz em 2017; a partir da esquerda: Isabelle Huppert ('Elle'), Ruth Negga ('Loving'), Natalie Portman ('Jackie'), Emma Stone ('La la land') e Meryl Streep ('Florence: Quem é essa mulher') (Foto: Reuters)
Natalie Portman ("Jackie")
Emma Stone ("La La Land - Cantando estações")
Meryl Streep ("Florence: Quem é essa mulher?")
Ruth Negga (“Loving“)
Isabelle Huppert ("Elle")

Melhor ator coadjuvante
Mahershala Ali e Alex R. Hibbert em cena de 'Moonlight' (Foto: Divulgação)Mahershala Ali e Alex R. Hibbert em cena de 'Moonlight' (Foto: Divulgação)
Mahershala Ali e Alex R. Hibbert em cena de 'Moonlight' (Foto: Divulgação)
Mahershala Ali ("Moonlight: Sob a luz do luar")
Jeff Bridges ("A qualquer custo")
Lucas Hedges ("Manchester à beira-mar")
Dev Patel (“Lion: Uma jornada para casa”)
Michael Shannon ("Animais noturnos")
Melhor atriz coadjuvante
Denzel Washington e Viola Davis em cena de 'Fences' (Foto: Divulgação)Denzel Washington e Viola Davis em cena de 'Fences' (Foto: Divulgação)
Denzel Washington e Viola Davis em cena de 'Fences' (Foto: Divulgação)
Viola Davis ("Cercas")
Naomi Harris ("Moonlight: Sob a luz do luar")
Nicole Kidman (“Lion: Uma jornada para casa”)
Octavia Spencer ("Estrelas além do tempo")
Michelle Williams ("Manchester à beira-mar")
Melhor roteiro originalDamien Chazelle ("La la land: Cantando estações")
Kenneth Lonergan ("Manchester à beira-mar")
Taylor Sheridan ("A qualquer custo")
Yorgos Lanthimos e Efthimis Filippou ("O lagosta")
Mike Mills ("20th century woman")
Melhor roteiro adaptado
Barry Jenkins ("Moonlight: Sob a luz do luar") 
Luke Davies ("Lion: Uma jornada para casa")
August Wilson ("Cercas")
Allison Schroeder e Theodore Melfi ("Estrelas além do tempo")
Eric Heisserer ("A chegada")
Melhor fotografia
Amy Adams e Jeremy Renner em cena de 'A chegada' (Foto: Divulgação/Sony Pictures)Amy Adams e Jeremy Renner em cena de 'A chegada' (Foto: Divulgação/Sony Pictures)
Amy Adams e Jeremy Renner em cena de 'A chegada' (Foto: Divulgação/Sony Pictures)
Bradford Young ("A chegada")
Linus Sandgren ("La la land: Cantando estações")
James Laxton ("Moonlight: Sob a luz do luar")
Rodrigo Prieto ("Silêncio")
Greig Fraser ("Lion: Uma jornada para casa")

Melhor animação
Cena da animação 'Moana - Um mar de aventuras', da Disney (Foto: Divulgação/Disney)Cena da animação 'Moana - Um mar de aventuras', da Disney (Foto: Divulgação/Disney)
Cena da animação 'Moana - Um mar de aventuras', da Disney (Foto: Divulgação/Disney)
"Kubo e as cordas mágicas"
"Moana: Um mar de aventuras"
"Minha vida de abobrinha"
"A tartaruga vermelha"
"Zootopia"

Melhor filme em língua estrangeira
"Terra de minas" – Dinamarca
"Um homem chamado Ove" – Suécia
"O apartamento" – Irã
"Tanna" – Austrália
"Toni Erdmann" – Alemanha

Melhor documentário
"Fire at sea"
"Eu não sou seu negro"
"Life, animated"
"O.J. Made in America"
"A 13ª Emenda"

Melhor edição
Joe Walker ("A chegada")
John Gilbert ("Até o último homem")
Jake Roberts ("A qualquer custo")
Tom Cross ("La la land: Cantando estações")
Nate Sanders e Joi McMillan ("Moonlight: Sob a luz do luar")

Melhor design de produção
"A chegada"
"Animais fantásticos e onde habitam"
"Ave, Cesar!"
"La la land: Cantando estações"
"Passageiros"

Melhor cabelo a maquiagem
Eva Bahr e Love Larson ("Um homem chamado Ove")
Joel Harlow e Richard Alonzo ("Star Trek: Sem fronteiras")
Alessandro Bertolazzi, Giorgio Gregorini e Christopher Nelson ("Esquadrão Suicida")
Melhor figurino
Joanna Johnston ("Allied")
Colleen Atwood ("Animais fantásticos e onde habitam")
Consolata Boyle ("Florence: Quem é essa mulher?")
Madeline Fontaine ("Jackie")
Mary Zophres ("La la land: Cantando estações")
Melhores efeitos visuais
Craig Hammack, Jason Snell, Jason Billington e Burt Dalton ("Deepwater horizon")
Stephane Ceretti, Richard Bluff, Vincent Cirelli e Paul Corbould ("Doutor Estranho")
Robert Legato, Adam Valdez, Andrew R. Jones and Dan Lemmon ("Mogli: O menino lobo")
Steve Emerson, Oliver Jones, Brian McLean e Brad Schiff ("Kubo e as cordas mágicas")
John Knoll, Mohen Leo, Hal Hickel e Neil Corbould ("Rogue One: Uma história Star Wars")
Melhor canção original
"Audition (The fools who dream)" ("La la land: Cantando estações"); música de Justin Hurwitz e letra de Benj Pasek e Justin Paul
"Can't stop the feeling" ("Trolls"); música e letra de Justin Timberlake, Max Martin e Karl Johan Schuster
"City of stars" ("La la land: Cantando estações"); música de Justin Hurwitz e letra de Benj Pasek e Justin Paul
"The empty chair" ("Jim: The James Foley Story"); música e letra de J. Ralph e Sting
"How far I'll go" ("Moana: Um mar de aventuras"); música e letra Lin-Manuel Miranda

Melhor trilha sonora
Micha Levi ("Jackie")
Justin Hurwitz ("La la land: Cantando estações")
Nicholas Britell ("Moonlight: Sob a luz do luar")
Thomas Newman ("Passageiros")

Melhor edição de som
Sylvain Bellemare ("A chegada")
Renée Tondelli ("Deepwater horizon")
Robert Mackenzie e Andy Wright ("Até o último homem")
Ai-Ling Lee and Mildred Iatrou Morgan ("La la land: Cantando estações")
Alan Robert Murray e Bub Asman ("Sully: O herói do rio Hudson")
Melhor mixagem de som
Bernard Gariépy Strobl e Claude La Haye ("A chegada")
Kevin O'Connell, Andy Wright, Robert Mackenzie e Peter Grace ("Até o último homem")
Andy Nelson, Ai-Ling Lee and Steve A. Morrow ("La la land: Cantando estações")
David Parker, Christopher Scarabosio e Stuart Wilson ("Rogue One: Uma história Star Wars")
Greg P. Russell, Gary Summers, Jeffrey J. Haboush e Mac Ruth ("13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi")

Melhor curta-metragem
"Ennemis Intérieurs"
"La femme et le TGV"
"Silent night"
"Sing"
"Timecode"
Melhor curta-metragem de animação
"Blind Vaysha"
"Borrowed time"
"Pear Cider and Cigarettes"
"Pearl"
"Piper"
Melhor documentário em curta-metragem
"Extremis"
"41 miles"
"Joe's violin"
"Watani: My homeland"
"The white helmets"


via Globo.com

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh