sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Fotos da festa de Halloween de 2009 na Casa Branca

Ano passado, Barack Obama e a primeira-dama Michelle Obama distribuiram doces para cerca de duas mil crianças na festa de Halloween realizada na Casa Branca, evento em parte dedicado a famílias de militares.

Johnny e Tim Burton compareceram a festa, mas na época nenhuma foto de Johnny foi liberada, pois ele e Mia Wasikowska foram fantasiados de Chapeleiro Maluco e Alice, usando o figurino de Alice no País das Maravilhas. O filme ainda não tinha estreado e detalhes do elenco e aparência dos personagens foram mantidos em segredo, por isso não era permitido tirar muitas fotos e a entrada de câmeras fotográficas na Casa Branca foi controlada.

Quase um ano depois, apareceram fotos do evento. Além dos figurinos de 'Alice,' uma das fantasias era o figurino dos Oompa Loompas de A Fantástica Fábrica de Chocolate, usada por Deep Roy:

Imagem Imagem Imagem

Clique aqui para ver outras fotos.

Fonte


via  www.johnnydepp.com.br

Os 15 principais personagens de Johnny Depp

Johnny Depp é a maior definição da palavra “homem” para muitas garotas. Bonito, talentoso, rico, aparentemente bom caráter, simpático e estiloso . “O que mais uma mulher pode querer?” é a pergunta que elas mesmas fazem. “O que esse cara tem?” é a pergunta que nós, homens, fazemos.

Para nós, reconhecer a beleza do cara é difícil, assumo, mas o talento dele é incontestável. A lista abaixo mostra os 15 principais personagens de Johnny Depp. O ator que todas elas querem ter e todos eles querem ser.

Edward, Edward Mãos de Tesoura (1990)



Edward Mãos de Tesoura

Edward foi o primeiro grande sucesso do ator. Já passou tantas vezes na Sessão da Tarde que é difícil encontrar alguém que nunca tenha visto! Assista ao trailer.

Jack Sparrow, Piratas do Caribe (2003)



Piratas do Caribe

Talvez um dos mais famosos personagens de Depp. O capitão Jack Sparrow já protagonizou três filmes da franquia e o quarto estreia ano que vem! Assista ao trailer.

Willy Wonka, A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005)



Willy Wonka

O remake de "A Fantástica Fábrica de Chocolate" de 1971 teve um charme a mais com o ator no elenco. Johnny Depp apareceu no filme sem barba ou cavanhaque. Assista ao trailer.

Sweeney Todd, Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007)



Sweeney Todd

Vamos assumir: Johnny Depp faz papel de maluco como ninguém, né? O filme Sweeney Todd foi seu primeiro musical. Assista ao trailer.

Chapeleiro Maluco, Alice no País das Maravilhas (2010)



Chapeleio Maluco

O Chapeleiro Maluco é o mais recente personagem interpretado pelo ator. Foi muito elogiado pela crítica por conta de sua atuação. Assista ao trailer.

John Dillinger, Inimigos Públicos (2009)



Inimigos Públicos

Não foi um sucesso de bilheteria, mas o filme é excelente! Os personagens de Depp e Marion Cotillard são amantes e eles estão ótimos em cena! Assista ao trailer.

Roux, Chocolate (2000)



Chocolate

Muita gente nem lembra que ele fez esse filme, mas "Chocolate" é super bonito. Depp está ótimo, para variar. Assista ao trailer.

James Matthew Barrie, Em Busca da Terra do Nunca (2004)



Em Busca da Terra do Nunca

Outro filme lindo! O personagem de Johnny Depp é sensacional, não dá para contar nada para não estragar a surpresa! Ainda tem a ótima Kate Winslet no elenco. Assista ao trailer.

Gilbert Grape,  Gilbert Grape - Aprendiz de Sonhador (1993)



Grape

Nesse longa, Johnny Depp interpreta um homem que tem dificuldades com a família e ao mesmo se apaixona por uma jovem andarilha. Considerado por muitos um dos melhores filmes do ator. Assista ao trailer.

Ed Wood, Ed Wood (1994)



Ed Wood

Rodada em preto e branco, a comédia biográfica "Ed Wood" conta a história de um diretor de cinema que entrou para a história como um dos piores diretores de todos os tempos. Assista ao trailer.

Don Juan, Don Juan DeMarco (1994)



Don juan

Para muitas garotas, em "Don Juan" o ator fez o papel ideal: romântico e sedutor. No filme, Depp atua com Marlon Brando. Assista ao trailer.

Jack, Férias do Barulho (1985)



Férias

Ele ainda era novino, 22 anos, e talvez você nem tivesse nascido ainda. Esse filme sempre passava na TV. O personagem de Johnny Depp é louco por sexo e vai para um hotel para se divertir. Assista ao trailer.

Ichabod Crane, A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (1999)



A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça

Mais um longa de Tim Burton. O filme de terror conta história de um rapaz (Depp) que é chamado para solucionar uma série de crimes. Assista ao trailer.

George Jung, Profissão de Risco (2001)



Profissão

Nesse filme, Depp interpretou um grande traficante dos EUA. Sua namorada era Penélope Cruz e o ator teve que usar cabelo grande e loiro para seu personagem. Assista ao trailer.

Wade Walker, Cry Baby (1990)



Cry Baby

Em "Cry Baby", Depp ainda era um jovem ator, com 27 anos, e interpretou o bad boy que se apaixona pela menina do grupo rival.  Assista ao trailer.

'Nosso lar' chega aos cinemas com alto orçamento e grande expectativa

Produção gastou R$ 20 milhões para adaptar best-seller de Chico Xavier.
Diretor e responsável pelos efeitos especiais comentam o trabalho.

Ronaldo Pelli Do G1 RJ
Os números de “Nosso lar”, longa-metragem inspirado no livro homônimo de Chico Xavier que estreia nesta sexta-feira (3), são impressionantes. Orçado em R$ 20 milhões - um dos mais caros da História do cinema brasileiro - a produção usou como base um livro de 66 anos de existência e mais de 60 edições. Para se ter um efeito de comparação dos custos do filme, “Tropa de elite 2”, talvez o filme mais esperado do ano, tem orçamento aproximado de R$ 16 milhões. E há muito filme conhecido que seria rodado só com o troco.
Some as vendagens do livro que está chegando aos dois milhões e meio de unidades, o que, segundo estimativas dos produtores do filme, teria atingido entre dez e 12 milhões de leitores, só no Brasil. Isso porque o livro já foi traduzido para todos os grandes idiomas do mundo, “com a exceção do híndi”, explica o roteirista e diretor da obra Wagner de Assis.
Assis, que antes já tinha rodado “A cartomante”, inspirado no conto de Machado de Assis, argumenta que os números são autoexplicativos. Ele afirma que conseguiu juntar esse dinheiro todo exatamente porque tinha uma obra original muito conhecida, com um potencial grande de se vender sozinho. Além disso ele contava com dois trunfos em um só nome: Chico Xavier. O médium já tem uma cinebiografia que levou mais de 3 milhões de pessoas ao cinema. Para completar, se vivo, ele completaria 100 anos em 2010.
“Se a história for bem contada, não for chata, vai ser interessante. Independentemente do tema”, diz Assis, sem medo da overdose de filmes com temáticas espirituais. “Continuam a fazer filmes de vampiro, desde que o cinema foi inventado. Por que as pessoas não enchem o saco de ver filme de vampiro, ou filme de terror ou uma comédia romântica?", pergunta para completar: "A história é o rei.”
Renato Prieto (entre Fernando Alves Pinto, à esquerda, e Clemente Viscaíno) interpreta André Luis, em 'Nosso lar'Renato Prieto (entre Fernando Alves Pinto, à esquerda, e Clemente Viscaíno) interpreta André Luis, em 'Nosso lar' (Foto: Divulgação)
E a história de “Nosso lar” conta a vida, e a “vida após a vida”, de André Luis, um médico que, após morrer, ou melhor, “desencarnar”, percebe que enquanto passou pela terra, não aproveitou a oportunidade do jeito que deveria. Ele passa um tempo no umbral, uma espécie de purgatório, até que pede ajuda e vai parar em “Nosso lar”, uma cidade onde os espíritos aprendem a evoluir, até a hora de reencarnar.
Mas, apesar dos números superlativos, ou por conta deles, “Nosso lar” foi quase todo feito com dinheiro de investidores particulares e empresas.
“O único dinheiro de incentivo é o da Fox, que é pequeno. Tudo feito na expectativa do retorno. Puro mercado. É bom ter espaço para filmes assim. É bacana a gente ter esse quesito: filmes de orçamento alto. E que esses orçamentos retornem, para os seus investidores.”
Colaboradores
Com essea verba em mãos, e o compromisso assumido com a Federação Espírita Brasileira de fazer o melhor filme possível, Wagner de Assis, um autodenominado espírita-cristão-ecumênico, foi procurar profissionais da área com currículo extenso, no Brasil e fora daqui.
“A gente foi descobrindo as necessidades da história e foi vendo como resolver esses problemas.”
Assim, se juntaram à produção, o fotógrafo suíço Ueli Steiger (“Dia depois de amanhã”, “Godzilla”, “10.000 a.C”), os canadenses da Intelligent Creatures para os efeitos especiais (“Watchmen”, “Hairspray”, “Babel”), a diretora de arte brasileira Lia Renha ( “A muralha”, “Hoje é dia de Maria”, “Auto da Compadecida”), e o músico  Philip Glass (“As horas”, “O ilusionista”, “O sonho de Cassandra”), que teve sua composição tocada pela Orquestra Sinfônica Brasileira.
“Falei que gostaria muito que o Philip Glass fizesse a trilha. A [produtora] Iafa Britz comprou a ideia e foi atrás do Philip. A gente mandou o roteiro para ele em inglês, ele leu, nós fomos a Nova York e ele falou: ‘Beleza, vamos fazer, achei bacana a história’. Não é uma música sobre os mortos, mas sobre os vivos. Música para as pessoas ficarem mais vivas ainda. É um filme para as pessoas ficarem mais vivas ainda. Fez mais de 50 minutos de trilha.”
Após desencarnar, André Luis vai para a cidade de 'Nosso lar'Após desencarnar, André Luis vai para a cidade de
'Nosso lar' (Foto: Divulgação)
Darren Bell, um dos produtores da Intelligent Creatures, também foi outro que gostou do projeto e disse que o seu grupo quanto mais se envolvia no projeto (“quase um movimento cultural”, contou) e ia conhecendo o livro e o seu autor, mais ficava engajado no que criavam.
“Foi muito importante para a gente saber que o dinheiro seria gasto onde o diretor e o produtor seria o melhor para as telas”, contou Bell. “Mas a responsabilidade não foi só por dinheiro, Wagner se tornou parte de nossa família. Por isso queríamos que os efeitos fossem o esperado [por ele].”
O diretor Wagner Assis admite que todos esses fatores aumentam a expectativa sobre o longa, mas ele diz que a produção só se completa a partir da audiência, que vai “escrever a história do filme”.
“Tem essa pressão, uma responsabilidade muito grande de trabalhar com uma obra tão consagrada. Mais ao mesmo tempo tem a segurança de saber que estamos trabalhando da forma mais fiel e correta possível.”

MOMENTO REVOLTA -Menino indonésio de 2 anos para de fumar

A história de Ardi Rizal comoveu, chocou e revoltou o planeta. O menino de 2 anos fumava, segundo os pais, 40 cigarros por dia. Após tratamento em um centro pediátrico, Ardi deixou de fumar, segundo os médicos. O menino mora no vilarejo de Musi Banyuasin, em Sumatra (Indonésia).
"Ele deixou de fumar, e o mais importante é que não pede mais cigarros", disse o secretário-geral da Comissão Nacional de Proteção à Infância do país, Arist Merkeda Sirait.

A solução para tirar Ardi do vício foi simples: ele deixou de fumar e passou a brincar mais.
Ardi é um símbolo de uma tragédia social que abala a Indonésia. Cerca de 25% dos habitantes entre 3 e 15 anos já experimentaram cigarro - 3,2% são fumantes regulares. Além disso, um grande número de crianças é vítima de fumo passivo no país, que produz 240 bilhões de cigarro por ano.

Depp e Jolie aparecem em nova foto de O Turista

filme estrelado por nada menos que Johnny Depp (Alice no País das Maravilhas) e Angelina Jolie (Salt), ganhou mais uma foto nesta terça-feira (31/8). E, claro, os dois atores dão o ar de suas graças na imagem, que foi capturada em Veneza, na Itália, cidade onde as filmagens estão acontecendo.

O longa é um remake de 2005 da produção francesa de Anthony Zimmer e traz Jolie no papel de Cara Mason, agente da Interpol que usa Frank (Depp), um turista americano, para localizar um criminoso com quem ela já teve um caso. O ator Paul Bettany (Legião) também faz parte do elenco.

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh