segunda-feira, 20 de junho de 2011

Cerveja presta homenagem a escritor genial


Americano Hunter S. Thompson, inventor do jornalismo


‘gonzo’, é a alma de cerveja americana 



artesanal, que pode ser degustada no Brasil



ulgaçãoJohnny Depp (à dir.) viveu na casa de Thompson para entender o personagem que interpretaria no cinema. O ator pagou as despesas do funeral deleJohnny Depp (à dir.) viveu na casa de Thompson para entender o personagem que interpretaria no cinema. O ator pagou as despesas do funeral dele
Cinthia RodriguesAgência BOM DIA
Existe um mercado que cresce vertiginosamente nos Estados Unidos e oferece ao apreciador de bebidas cada vez mais rótulos e sabores de uma das iguarias mais consumidas no mundo: a cerveja. Na década de 80, eram 40 cervejarias que produziam craft beer (cerveja artesanal). Em 2011, esse número pulou para 1.700. Uma delas é a Flying Dog Brewery, criada em 1990 no estado americano de Maryland por George Stanahan, rebelde aventureiro que teve a ideia de criar sua empresa durante uma viagem pelas montanhas do Himalaia.
Com influência de um dos seus grandes amigos, o jornalista Hunter S. Thompson (1937-2005), a personalidade da Flying Dog foi sendo formatada. A maior contribuição de Thompson foi ter apresentado Stanahan ao artista gráfico britânico Ralph Steadman, internacionalmente reconhecido pelos seus cartuns, caricaturas políticas e traço peculiar. Steadman desenhou oito rótulos de cervejas com um cachorro maluco e uma delas, a Gonzo Imperial Porter, homenageia o americano que se suicidou há seis anos. Com Thompson, criou uma dobradinha exemplar: um escrevia, o outro ilustrava os artigos que, hoje, já entraram para a história.
No Brasil, a Gonzo Imperial Porter, da Flying Dog, era importada pela empresa Tarantino (por enquanto, está temporariamente suspensa), mas existem alguns estabelecimentos que ainda têm garrafas, como o Empório Alto de Pinheiros, na Zona Oeste — uma garrafa custa R$ 15. É uma cerveja forte, escura  e encorpada. Portanto, deve ser  consumida devagar e com parcimônia porque o teor alcoólico é alto: 7,8%.  “Já fazia tempo que o público brasileiro esperava pela chegada da Flying Dog. E eu vendo bastante”, comenta Paulo Almeida, proprietário e sommelier de cerveja. Para ele, o sucesso da Gonzo se deve à combinação infalível no imaginário de quem bebe: sexo, drogas e muito rock’n’roll.
O escritor americano Hunter S. Thompson morreu aos 67 anos. Ele é conhecido por seu estilo violento e ficou famoso na década de 60 depois de publicar, em 1966,  o livro “Hell's Angels”, que conta a história de seu relacionamento com esse grupo de motociclistas ferozes de mesmo nome.
“Fear and Loathing on the Campaign Trail 72” (“Medo e Delírio na Trilha da Campanha de 72”) é um livro que trata da campanha eleitoral do presidente Richard Nixon (1913-1994). “Ele é um homem que pode apertar sua mão e o apunhalar nas costas ao mesmo tempo”, escreveu Thompson sobre o político.
 Jornalismo ‘gonzo’ mistura ficção e realidade no textoHunter S. Thompson ficou conhecido por criar o jornalismo “gonzo”, estilo de literatura que mistura extravagância, reportagem investigativa e contracultura. O termo é  uma gíria irlandesa do sul de Boston para designar o último homem de pé após uma maratona de bebedeira. Em 1971, Thompson publicou vários artigos na revista americana “Rolling Stone” e, mais tarde, dariam origem ao seu livro mais famoso: “Medo e Delírio em Las Vegas”.
Narrado em  primeira pessoa, seu alter ego Raoul Duke viaja até a  cidade do jogo para cobrir uma corrida de motocross e uma convenção de promotores públicos sobre drogas, em companhia do advogado Dr. Gonzo (inspirado no advogado mexicano Oscar Zeta Acosta). Antes da viagem, os dois encheram o porta-malas de seu conversível com drogas, como maconha, cocaína, LSD, éter e mescalina, entre outras.
A obra foi ilustrada por Ralph Steadman.
Thompson suicidou-se com um tiro de espingarda na cabeça.  Seu corpo foi cremado e as cinzas foram lançadas ao céu por um pequeno foguete, em uma cerimônia bancada pelo ator Johnny Depp, que o interpretou na versão para o cinema de “Medo e Delírio em Las Vegas”.

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh