sábado, 6 de março de 2010

Review - Pré-estreia de Alice no País das Maravilhas

Por Amo Cinema

Imagem

Hoje assistimos à pré-estreia de Alice no País das Maravilhas, a produção mais recente do diretor Tim Burton. O filme mostra a volta ao País das Maravilhas alguns anos depois e quase sem lembrar nada do filme anterior, em uma aproximação livre à obra clássica de Lewis Carroll, escrita no século 19.

O filme tem um elenco incrível formado por Mia Wasikowska, no papel de Alice, Johnny Depp, como o Chapeleiro Maluco, Anne Hathaway, como a Rainha Branca, e Helena Bonham Carter (esposa de Burton), como a Rainha Vermelha.

Vale ressaltar que Johnny Depp, que já havia trabalhado em sete (isso mesmo, sete) filmes do diretor – eles têm uma relação quase simbiótica -, encarna magistralmente o mítico Chapeleiro Maluco, personagem que o ator qualificou como "fascinante, imprevisível e com as emoções à flor da pele". Mas este não é o filme mais obscuro de Burton e nos oferece a possibilidade de observar a aventura de uma perspectiva completamente nova, o que colaborará para que se transforme em um clássico instantâneo.

O filme estará disponível em 3D no IMAX e cinemas digitais, mas a versão 2D não deixa nada a dever. A direção de arte é impecável e não se faz um uso exaustivo da terceira dimensão, como acontece em outros filmes, como ‘Avatar’.

Quais são as diferenças da Alice de Tim Burton?
O filme mescla o argumento das duas obras (‘Alice no País das Maravilhas’ e ‘Alice Através do Espelho’), em que a protagonista encontra os personagens mais excêntricos em suas viagens a terras desconhecidas.
A Infraterra, conta a roteirista Linda Woolverton, “é o mesmo país fantástico que Alice visitou quando criança, mas, naquela época, ela não ouviu direito o nome e acreditou que se chamava “o País das Maravilhas”.
Alice, que agora tem 20 anos, volta a cair na toca do coelho e, mesmo que não se lembre de suas aventuras passadas na Infraterra, volta a se encontrar com seus antigos habitantes: o aventureiro Rato, o delirante Chapeleiro Maluco, o Gato Risonho, a Lagarta, a bela Rainha Branca e sua rancorosa irmã mais velha, a Rainha Vermelha. “O tempo passou”, afirma Woolverton. “A Rainha Vermelha agora governa o país. Ela tem todo o reino sob seu comando. E os habitantes da Infraterra precisam de Alice”.

ESSE FILME É TUDO DE BOM..Surpresa do Oscar, 'Preciosa' domina premiação de cinema 'indie'

Filme de Lee Daniels levou cinco estatuetas Spirit Awards 2010.
Gabourey Sidibe e Mo'Nique venceram na categoria atuação.
Do G1, com agências



Mo'Nique exibe o troféu de melhor atriz coadjuvante no Spirit Awards, a premiação do cinema independente. (Foto: AP)

"Preciosa - uma história de esperança", uma das surpresas desta edição do Oscar, que acontece no domingo (7), foi a grande estrela do Spirit Awards 2010, a premiação do cinema independente americano. A cerimônia aconteceu na noite de sexta-feira (5), em Los Angeles, e premiou o longa de Lee Daniels em cinco categorias, incluindo diretor e atrizes, para Gabourey Sidibe e Mo'Nique.

Todo ano, alguns vencedores do Spirit costumam ganhar prêmios no Oscar, graças, em parte, ao sucesso de filmes de baixo orçamento.

Mas a competição deste ano no Oscar parece ser uma disputa entre "Avatar," filme de ficção científica, de alto custo, e o drama "Guerra ao Terror," produzido por uma companhia pequena, que não participou do Spirits porque foi premiada no ano passado

Baseado no livro da escritora Sapphire, "Preciosa" conta a história de uma adolescente negra e obesa do subúrbio, que sofre abusos sexuais e violência doméstica. Ela recupera a auto-estima e o controle de sua vida graças a ajuda de uma professora dedicada, em uma escola de educação alternativa.


Favorito no Oscar, Jeff Bridges exibe o prêmio de melhor ator do Spirit Award. (Foto: AP)

Produzido pela apresentadora Oprah Winfrey, o drama tem elenco principal de atores novatos - os cantores Lenny Kravitz e Mariah Carey são os rostos mais conhecidos e fazem papéis secundários. "Preciosa" concorre no Oscar nas categorias melhor filme, atriz (Gabourey Sidibe), atriz codjuvante (Mo'Nique), diretor (Lee Daniels), roteirista estreante (Geoffrey Fletcher) e edição.

Destaque do Spirit Awards também foram Jeff Bridges, vencedor do prêmio de melhor ator, por "Coração louco". No Oscar, o ator é favorito ao lado de Colin Firth, por "Direito de amar".

Confira a lista dos principais premiados no Spirit Award:

Melhor filme: "Preciosa - uma história de esperança"

Melhor diretor: Lee Daniels, por "Preciosa - uma história de esperança"

Melhor atriz: Gabourey Sidibe, por "Preciosa - uma história de esperança"

Melhor ator: Jeff Bridges, por "Coração louco"

Melhor atriz coadjuvante: Mo'Nique, por "Preciosa - uma história de esperança"

Melhor Ator Coadjuvante: Woody Harrelson, por "O mensageiro"

Melhor roteiro: "(500) dias com ela"

Melhor roteirista estreante: Geoffrey Fletcher, por "Preciosa - uma história de esperança"

Melhor fotografia: "Um homem sério"

Diretor estreante: Scott Cooper, por "Coração louco"

Melhor filme estrangeiro: "Educação", de Lone Scheerfig

Melhor documentário: "Anvil! The story of Anvil", de Sacha Gervasi

Prêmio John Cassavetes: "Humpday", de Lynn Shelton

Prêmio Robert Altman: "Um homem sério"

COMO JÁ TINHA INFORMADO ANTES,ALICE FOI RECORDE DE BILHETERIA ONTEM NA ESTREIA..VIVA TO CONTANDO OS DIAS PARA ESTREAR NO BRASIL...

'Alice' de Tim Burton bate recorde para estreia em março nos EUA

Filme arrecadou cerca de US$ 41 milhões nesta sexta, diz estúdio.
Longa-metragem chega aos cinemas brasileiros dia 23 de abril.
Do G1, com agências internacionais



O filme "Alice no país das maravilhas", de Tim Burton, estabeleceu um novo recorde de bilheteria para uma estreia ocorrida em março, arrecadanto cerca de US$ 41 milhões apenas nesta sexta, segundo os estúdios Disney.

Veja ao lado trecho do filme

O filme em 3D estreou nos EUA, no Canadá e em mais 40 países. Ele deve estrear no Brasil em 23 de abril.

O recorde anterior para uma estreia em março, segundo a empresa Box Office Mojo, era do épico histórico "300": R$ 28 milhões, em 2007.
No ranking geral de bilheterias de estreia, o filme ficou em 11º lugar. Veja a lista.

A protagonista Alice é vivida pela novata australiana Mia Wasikowska, e o Gato Risonho, criado em animação, tem voz do britânico Stephen Fry na versão original. A produção também tem Johnny Depp como o Chapeleiro Louco, Anne Hathaway como a Rainha Branca, e Helena Bonham Carter como a Rainha de Copas.

Leia mais notícias de Cinema
Burton: Johnny Depp diz que faria até a Alice

Da Redação


Divulgação  
Johnny Depp

Ao longo de sua carreira, Johnny Depp já protagonizou diversos filmes dirigidos e produzidos por Tim Burton. E o ator, que é o Chapeleiro Louco na versão de Burton de Alice no País das Maravilhas, não esconde sua admiração pelo diretor.

Olha só o que Johnny contou em entrevista ao site Parade!

- Para ser honesto, ele poderia ter me pedido para interpretar Alice que eu teria dito sim. Eu teria feito qualquer papel que ele quisesse.

E como você viu aqui no ESTRELANDO , o ator voltará a vestir outro famoso chapéu para viver, pela quarta vez, o Capitão Jack Sparrow no próximo Piratas do Caribe, e mal pode esperar.

- Algumas pessoas dizem, “Aha, Depp se vendeu por estar fazendo sequências”. Mas isso nunca foi uma questão para mim. Eu amo tanto o capitão Jack que eu faria Piratas 7 se eles me pedissem.

Alice no País das Maravilhas pode ser o novo Avatar das bilheterias


Foto: Não definido
Segundo o DeadLine, Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton, estreou bem nas bilheterias norte-americanas nesta sexta-feira (5/3), com US$ 45 milhões arrecadados. Se a boa renda se confirmar durante o fim de semana, o longa poderá chegar aos US$ 120 milhões, impulsionado pela venda de ingressos para as sessões em 3D. Este número é superior à cifra alcançada no primeiro fim de semana de Avatar - o grande recordista de bilheteria de todos os tempos, com mais de US$ 2,5 bilhões arrecadados no mundo - nos cinemas dos EUA, que somou em seu lançamento US$ 77 milhões.

Em segundo lugar, ficou Atraídos pelo Crime, estrelado por Richard Gere, Don Cheadle e Ethan Hawke. O filme de ação de Anton Fuqua rendeu US$ 5,2 milhões, podendo chegar aos US$ 14,5 milhões no fim de semana.

Veja a lista dos dez filmes mais rentáveis na sexta-feira (5/3), nos EUA, e a projeção acumulada para o fim de semana:

1º) Alice no País das Maravilhas - US$ 45 milhões (US$ 120 milhões)

2º) Atraídos pelo Crime - US$ 5,2 milhões (US$ 14,5 milhões)

3º) Ilha do Medo - US$ 4 milhões (US$ 95,5 milhões)

4º) Tiras em Apuros - US$ 3 milhões (US$ 32,2 milhões)

5º) The Crazies - US$ 2,5 milhões (US$ 27,4 milhões)

6º) Idas e Vindas do Amor - US$ 1,4 milhão (US$ 106,4 milhões)

7º) Avatar - US$ 1,3 milhão (US$ 717,7 milhões)

8º) Percy Jackson e o Ladrão de Raios - US$ 1,3 milhão (US$ 78 milhões)

9º) Querido John - US$ 1 millhão (US$ 76,8 milhões)

10º) O Lobisomem - US$ 500 mil (US$ 60,4 milhões)

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh