sábado, 3 de abril de 2010

Robert Pattinson desabafa: “Ser famoso é um verdadeiro fardo. Estou ficando paranóico”

Ator confessou ao “The Sun” os reveses da fama
QUEM Online
.Reprodução
Robert Pattinson: confissões de um jovem galã
Robert Pattinson não está animado com as mudanças que sofreu na vida por conta da fama. O ator listou algumas das desvantagens em ter os holofotes apontados para si mesmo. Segundo o jovem astro, em entrevista ao "The Sun", os pontos negativos estão, por exemplo, na ausência de se ter um lar para morar, por conta das constantes premières e filmagens da franquia “Crepúsculo”.

"Eu fui forçado a ficar em um hotel durante os últimos três anos. É frustrante. Eu quase desisti e comprei uma casa em Hollywood. Mas, felizmente, eu percebi que é absurdamente caro e eu nem sei se ainda vou trabalhar no próximo ano”, revelou ele que está focado no desfecho da franquia estrelada por vampiros e lobisomem.

O ator também confidenciou que tem conversado menos com as pessoas que conviviam com ele. "Eu sou confortado pela minha guitarra - a minha verdadeira companheira que viaja por toda parte comigo. Eu não precisava disso no passado, até que cheguei a Londres e descobri que eu tinha perdido toda a minha vida social”, disparou. E ainda completou: “É difícil mantê-la quando você não fala com ninguém há mais de um ano”. Atualmente, Robert tem voltado a manter contato com os amigos por meio do Skype.

O constante assédio dos fãs e da imprensa, que já contou que se assusta com a situação, tem o tornado especialmente confuso. "Ser famoso é um verdadeiro fardo. Estou menos aberto e tenho notado eu estou realmente ficando paranóico”, confessou. "Se as pessoas se empurram para mim acho que é esgotante e repulsivo. Se eu ainda acho que alguém quer se aproximar de mim eu sinto a necessidade de gritar," O que você quer de mim. Então depois eu penso, 'E se essa pessoa só queria ser legal?’"

 Carreira


O ator admitiu que ainda não se vê merecedor da fama que possui. “Tudo foi dado com muita facilidade. O que eu fiz para merecer isso? Estou convencido de que eu preciso trabalhar pelo menos dez anos completos para realmente ganhar o status que eu tenho recebido”, analisou.

Astro de outras produções, como “Lembranças” (“Remember Me”), quer experimentar outros papéis. "Quanto mais eu atuar como personagens diferentes, mais eu aprendo. Eu sei que isso pode ser arriscado, especialmente com a pressão adicional de fama que tem sido jogado no meu colo. Eu quero crescer como ator. Eu não quero ser estigmatizado como o herói romântico”, pontuou.
Para bom apreciador do cinema, meia palavra basta, além de admirarmos os filmes do Johnny Depp por conta das suas excelentes atuações, através dele conhecemos outros artistas que fazem um excelente trabalho. Desta vez nós iremos selecionar algumas trilhas sonoras dos filmes do  Johnny feitas por um grande compositor, the name is … Hans Zimmer (Hans Florian Zimmer).

Sabe a trilha sonora do Rei Leão, quem fez? Hans Zimmer

Sabe a trilha sonora do Gladiador, quem fez? Hans Zimmer

Sou suspeita para falar de Hans Zimmer, apesar de ele criar somente trilhas instrumentais, a minha paixão pela música dele é tanta que consigo decifrar num filme se é dele ou não a trilha composta, é como ouvir Roberto Carlos cantando samba e saber que é ele mesmo. Enfim … Ele fez as trilhas de Piratas do Caribe 2 e 3 juntamente com o Klaus, confiram, comprem e espalhem boa música!

Site oficial: http://www.hanszimmer.com


A trilha mais recente feita por ele é de Sherlock Holmes, excelente trilha que encaixa perfeitamente com as cenas do filme!

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh