sexta-feira, 16 de julho de 2010

Fotos por @gerGnesdunK dos bastidores de #PiratesOfTheCaribbean 4 no Havaí

[Vídeos c/ possíveis spoilers] Bastidores de #POTC 4: Luta de espadas - Barbossa e Mr. Gibbs -

Bastidores de #POTC 4: Luta de espadas -




Barbossa e Mr. Gibbs - 

Geoffrey Rush (Capitão Barbossa) e Kevin McNally (Senhor Gibbs) filmando #PiratesOfTheCaribbean 4 no Havaí.

Bastidores das filmagens de #PiratesOfTheCaribbean 4 no Havaí.

Vídeos e fotos dos bastidores de Piratas do Caribe 4

Algumas imagens e informações podem ser consideradas SPOILER.

As filmagens de Piratas do Caribe 4 continuam acontecendo no Havaí e saíram alguns vídeos e fotos das gravações. O primeiro vídeo mostra uma luta de espadas no navio do Barba Negra, Queen Anne's Revenge. Já o segundo mostra o Capitão Barbossa (Geoffrey Rush) com roupas incomuns comparadas ao que estamos acostumados a ver nos filmes anteriores, juntamente com Senhor Gibbs (Kevin McNally) depois do que parece ser um naufrágio.

VÍDEO 1

VÍDEO 2

Para ver fotos em grande resolução tiradas no mesmo dia que o segundo vídeo foi feito, clique aqui.

Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

Fonte
Fotos tiradas e postadas no Twitter por @gerGnesdunK.

Johnny em Genebra no dia 9 de julho

O site suíço 20 minutes online noticiou que Johnny esteve em Genebra no dia 9 de julho para a apresentação de Vanessa Paradis no Montreux Jazz Festival, ao contrário do que disse a cantora na coletiva do evento:

"Johnny chegou sexta-feira à noite em um aeroporto particular de Genebra. Vanessa cantou no Festival de Jazz em Montreux no sábado. Johnny deixou as pessoas tirarem fotos e deu autógrafos. Em seguida, saiu em uma limusine. Se e como ele acompanhou a apresentação de Vanessa não se sabe."

Imagem

Fonte

Estilo Johnny Depp

Eis aqui um post bem bacana do blog Fashionismo sobre o Estilo de Johnny Deep:
Ele que é sempre eleito um dos mais bem vestidos de Hollywood, e é por essas e outras que o marido de Vanessa Paradis.
Johnny Depp
Johnny é representante máximo do mendigo-chic street style, é praticamente um Mary-Kate de calças, mas repara que nada está ali à toa. Dos modelitos maltrapilhos a multiplicação de cordões, Johnny tem de coleções de óculos (ele adora lentes coloridas) a chapéus, de todos os estilos.

Johnny Depp
Para os dias frios, Johnny, que é super low profile, se esconde em trench coats sóbrios e calças largas. Mas como um bom fashionista (teria tido Kate Moss, sua ex, alguma influência?), Mr. Profundo (eu sei que é Depp e não Deep, mas gosto de pensar assim) continua investindo em acessórios, seja a bolsa carteiro ou um bom e velho (literalmente) cachecol.
Johnny Depp
No Red Carpet suas aparições são bissextas, mas quando surge, Johnny é geralmente exótico e sempre ignora o dress code, mas com um estilo de fazer inveja. Parece que o moço herdou o estilo Jack Sparrow de ser, muitos acessórios, o coletinho onipresente e uma calça destruída. A barbicha é só um detalhe – dispensável.
Johnny Depp
Mas em raras exceções Johnny Depp segue á risca o manual fashion, e vindo de uma década distante, parece sempre usar um figurino de algum filme inglês, dá-lhe risca de giz!
Dica da SabrinaMix.


Johnny Depp filma continuação de Medo e Delírio

Por Beth Ferreira   

Tags:  Imagem , Imagem , Johnny Depp , Medo e Delírio , Hunter Thompson

johnny-depp.jpg
The Rum Diary é segundo texto de Hunter Thompson que vira filme com Johnny Depp
Johnny Depp, um dos mais queridos e consagrados atores de Hollywood, está em Porto Rico filmando The Rum Diary. O filme tem roteiro baseado em romance de Hunter S. Thompson, que Depp interpretou em Medo e Delírio, ao lado de Benício del Toro. Neste filme, dirigido por Bruce Robinson (A Próxima Vítima), e que deve ser lançado em 2010, Depp interpreta Paul em enredo que pode ser considerado uma continuação do filme dirigido por Terry Gilliam.
Paul é um jornalista freelancer que se vê numa encruzilhada em sua carreira. Bem no estilo que o consagrou, escrevendo sobre seu próprio alter ego, Thompson descreve a jornada auto destritiva do escritor a trabalho no Caribe, atormentado com preocupações com sua carreira.  Pretendendo assegurar um caminho melhor para seu trabalho, enquanto experimenta com as drogas mais pesadas no auge da era de descoberta dos alucinógenos, Paul entra e sai do inferno, sempre com ajuda sintética.

As ruivas do cinema

A matéria sobre Lindsay Lohan me fez pensar no assunto. Cada vez são mais frequentes os ruivos e ruivas no Brasil e deixaram de ser tão diferentes as estrelas de cinema ruivas que fomos nos acostumando a conhecer e admirar. Até porque são extremamente fotogênicas (e como regra, menos atraentes em pessoa, pelo tipo de pele). Só pelo prazer, vamos lembrar algumas dessas “red heads”.
Susan Hayward
Foto: Divulgação
Susan Hayward (1917-75) – Há a lenda de que toda ruiva tem um temperamento difícil e briguento. Susan tinha um drive e uma obsessão de virar estrela que nada podia ficar em seu caminho. Só sossegou quando ganhou finalmente o Oscar (Quero viver, 58, onde dá show, depois de quatro outras tentativas). Provou sua garra e coragem ao lutar depois contra um câncer no cérebro. Seu estilo pessoal de interpretar está, porém, fora de moda.
Ann Sheridan
Foto: Divulgação
Ann Sheridan (1915-67) - Foi chamada de a Oomph Girl (intraduzível é uma onomatopéia) e foi grande estrela na Warner, parceira de Flynn e Bogart. Talentosa e boa gente, a atriz morreu cedo de câncer e ficou esquecida.
Rhonda Fleming
Foto: Divulgação
Rhonda Fleming (1923- ) - Descoberta pelo produtor David O Selznick para Quando Fala o Coração, operou o nariz e virou estrela ainda que desperdiçada em filmes exóticos de capa espada ou aventura. Chegou a rodar inclusive um filme no Brasil, no Paraná, com Rossano Brazzi, chamado Pão de Açúcar (que parece estar perdido). Canta bem e hoje é viúva do produtor Ted Mann, mas já se casou de novo, agora pela sexta vez. Continua bela.
Maureen O'Hara
Foto: Divulgação
Maureen O'Hara (1920- ) - Outra que ainda está viva e lançou não faz muito uma autobiografia. Irlandesa de nascimento, a atriz tem uma carreira gloriosa. Começou no famoso Abbey Theatre, foi descoberta por Alfred Hitchcock, contratada por Charles Laughton e veio com ele  para os EUA. Faria filmes de ação e capa espada (os mais famosos do gênero inclusive com Flynn e Tyrone Power), mas se tornaria imortal ao virar a estrela favorita de John Wayne e o diretor John Ford.
Arlene Dahl
Foto: Divulgação
Arlene Dahl (1928- ) - Tão bonita, dedicou sua vida a se preservar e assinar colunas de beleza. Mãe do ator Lorenzo Lamas, de origem norueguesa, foi contratada pela Warner, depois para os musicais da MGM (Três Palavrinhas), finalmente como mulher fatal na Fox (O Mundo é das Mulheres) e RKO. Casada seis vezes.
Katharine Hepburn (1907-2003) - Era ruiva e sardenta e se tornou uma das maiores lendas do cinema. E não é preciso dize mais nada.
Greer Garson
Foto: Divulgação
Greer Garson (1904-96) - Chegou a ser a estrela número da Metro, quando o chefe do estúdio a descobriu na Inglaterra já balzaquiana, mas a lançou como estrela em Adeus, Mr Chips (39). Logo veio o Oscar por A Rosa da Esperança (Mrs Miniver), parceria com Walter Pidgeon e uma incrível e superestimada carreira de sete indicações ao Oscar. Morreu rica e patrona das artes em Dallas.
Deborah Kerr
Foto: Divulgação
Deborah Kerr (1921- 2007) - Irlandesa incrivelmente talentosa, foi chamada para Hollywood para ser rival de Greer Garson, mas acabou suplantando-a. Lembrada por Tarde Demais para Esquecer por causa de Sintonia de Amor, ganhou um Oscar especial em 94, depois de ter sido indicada seis vezes (por Peregrinos da Esperança, Vidas Separadas, O Céu é Testemunha, O Rei e Eu, A Um Passo da Eternidade e Meu Filho).
Jeanette MacDonald
Foto: Divulgação
Jeanette MacDonald (1903-65) - A mais famosa cantora lírica do cinema, que formou inesquecível dupla com Nelson Eddy nos anos 30 (e antes outra com Maurice Chevalier). Ruiva natural, ela era também talentosa comediante.
Lucille Ball
Foto: Divulgação
Lucille Ball (1911-89) - A mais famosa ruiva da América, graças ao sucesso imenso e perene da série de TV I Love Lucy, que a consagrou como a mulher mais engraçada da televisão, um título que ainda não perdeu. Prima de Ginger Rogers, foi corista na Broadway e na RKO, estrela na Metro e Columbia, mas só ficou realmente a vontade ao lado do marido band leader Desi Arnaz na famosa comédia. Quem nunca viu, não pode perder. Lucy é o máximo.
Nicole Kidman
Foto: Divulgação
Nicole Kidman (1967- ) - Nasceu em Honolulu, mas foi na Austrália que começou como atriz juvenil. Mais tarde foi chamada para Hollywood por Tom Cruise, com quem se casou. Graças a isso, tornou-se estrela e vencedora do Oscar. Com frequência aparece loira, mas a prefiro com sua cor natural. O botox a tem prejudicado ultimamente.
Juliane Moore
Foto: Divulgação
Juliane Moore (1960- ) - Completa 50 anos em dezembro, mas está com ótima aparência e sem deformações. Hoje é uma das mais queridas e admiradas atrizes do cinema, graças a suas interpretações corajosas em filmes independentes, inclusive um que estreou esta semana The Kids are Alright, onde faz lésbica ao lado de Annette Bening.
Bryce Dallas Howard
Foto: Divulgação
Bryce Dallas Howard (1981-) - Filha do ator e diretor Ron Howard, a atriz tem uma participação marcante no atual Eclipse, da Saga Crepúsculo, como a bela Victoria. Mas apesar de tudo, ainda não virou estrela, talvez por causa do que Shyamalan fez com ela (A Dama na Água, A Vila). Mas fez muita coisa importante: Homem Aranha 3 e Exterminador do Futuro: A Salvação.
Amy Adams
Foto: Divulgação
Amy Adams (1974- ) - Depois de Encantada, não havia mais dúvida de que ela seria uma das mais encantadoras estrelas do cinema atual. A atriz já teve duas indicações ao Oscar (Dúvida e Junebug) e continua com papéis centrais (Julie & Julia, um projeto sobre Janis Joplin), mas interrompeu a carreira para ter um filho do noivo Darren Le Gallo.
Cynthia Nixon
Foto: Divulgação
Cynthia Nixon (1966- ) - Veterana do palco, ficou finalmente famosa por causa da série os dois filmes de Sex and the City. Assumiu relação lésbica numa boa sem consequência para sua carreira.
Outras: Tina Louise (A Ilha dos Birutas), Agnes Moorehead (A Feiticeira), Kate Walsh (Grey´s Anatomy), Márcia Cross (Desperate Housewives), Marg Helgenberger (CSI), Molly Ringwald (musa de John Hughes), Rita Hayworth (originalmente morena, pintou de castanho avermelhado o que virou sua marca), Eleanor Parker (loira com frequência apareceu ruiva como em Scaramouche), Sissy Spacek (Oscar por O Destino Mudou Minha Vida), Tilda Swinton (musa inglesa), Gwen Verdon (estrela da Broadway e mulher de Bob Fosse), Rachelle Lefevre (a primeira Victoria de Crepúsculo), Christina Hendricks (Mad Men), Alyson Hennigan (How I Met Your Mother), Dame Maggie Smith ( que recebeu  dois Oscars), Jayma Mays (a professora de Glee), Ann-Margret (Viva Las Vegas), Gillian Anderson (X Files), Isla Fisher (The Office), Cate Blanchett (ao menos em Elizabeth), Franka Potente (em Corra, Lola Corra), Mila Jovovich (em O Quinto Elemento), Janet Gaynor (o primeiro Oscar foi para ela), Moira Shearer (famosa bailarina, Os Sapatinhos Vermelhos), Ginger Rogers (dizem que era ruiva natural), Nancy Carroll (estrela nos anos 30), Clara Bow (a it girl, super star nos anos 20), Jill St. John (estrela dos anos 60, mulher de Robert Wagner), Piper Laurie (estrela dos anos 50-60), Lauren Holly (NCSI), Frances Fisher (como a mãe de Kate Winslet em Titanic), Lauren Ambrose (Six Feet Under), Debra Messing (Will & Grace).

MOMENTO BEISTEROL-QUEM CHEGOU PRIMEIRO? OVO OU A GALINHA...?

Estudo genético descobre quem veio antes, o ovo ou a galinha

 

Quem nunca se pegou tentando achar uma resposta lógica para essa dúvida? Para a galinha nascer teve que sair de um ovo. Mas o ovo saiu da cloaca de uma galinha. E por aí vai ad infinitum. Só que alguns cientistas estraga-prazer resolveram acabar com essa agonia histórica.

HECToR (um super-computador que promete ajudar as máquinas a dominar o mundo daqui a alguns séculos, porque é muito mais inteligente que nós) ajudou a equipe do Dr. Colin Freeman da Universidade de Sheffield e seus colegas na Universidade de Warwick a conferir a estrutura dos ovos de galinha. E a descoberta vai te deixar chocado.

Se você apostava no ovo, pode colocando a mão na carteira e desembolsando a grana, porque quem veio primeiro foi a galinha. Uma proteína fundamental para a casca do ovo é produzida somente no ovário da galinha, daí a comprovação. Chamada de ovocledidin-17 (OC-17), a proteína converte carbonato de cálcio em cristais de calcita. Que?
Simplificando: Galinha > ovário da galinha > OC-17 > casca do ovo de galinha. Sem galinha não tem ovário, sem ovário não tem OC-17, sem OC-17 não tem ovo de galinha.
Galinha 
veio antes do ovo (Foto: Getty Images)
Tá, legal. Acabaram com a brincadeira, deram uma explicação científica para coisa, mas uma pergunta não quer calar: “E o Quico?”.  Bem, o grande barato da história toda é que o HECToR só analisou a casca do ovo porque o material dela é extremamente resistente e pesa pouquíssimo. Nós, humanos, nunca conseguimos fabricar um material tão resistente com esse peso, e agora estamos um passo mais perto disso.
Legal, a casca do ovo é dura e leve, mas ainda não responde E O QUICO? Esse conhecimento todo pode ajudar na recuperação de osso e dentes, já que são estruturas similares a dos ovos. Em um sentido contrário, conhecer melhor a manipulação desses cristais de calcita pode ser útil para limpar encanamentos de água quente, que sofrem com o depósito de crostas calcárias. Nas palavras do professor John Harding, da Universidade de Sheffield, "entender como as galinhas produzem os ovos é fascinante por si só, mas também pode nos ajudar a criar novos materiais". Bom para você, bom para as galinhas, bom para os ovos.

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh