sábado, 15 de outubro de 2011

CURIOSIDADE-Saiba quais personalidades mundiais foram declaradas mortas antes da hora


Por GQ Online
Eles ainda estão vivos, mas por um dia não tiveram tanta certeza disso. Vítimas de inexplicáveis acidentes de carro, de parapente e de interpretações equivocadas de acontecimentos eles “morreram” até mais de uma vez. Não se sabe ao certo como todos os boatos começaram, mas fato é que sem excessão eles se espalharam rapidamente pelas redes sociais, blogs e canais de notícia. Depois de causarem comoção de fãs e desespero de líderes mundiais, tiveram que ser desmentidos. Será que você lembra de algumas dessas situações?
David Beckham: O jogador de 36 anos teria sofrido um acidente de carro ao dirigir acima da velocidade permitida na via, perder o controle e capotar o veículo. Até um laudo médico teria sido divulgado informando que o velório precisaria ser com o caixão fechado devido ao estado de destruição do crânio. Ele foi declarado morto por um site de entretenimento, que deixava bem claro para os leitores que todo o conteúdo da página era apenas ficção. Mesmo assim a notícia foi considerada verdadeira por blogs e no twitter a história ganhou repercussão rapidamente
Johnny Depp: Em 2010 o ator também não escapou dos boatos de que teria morrido em um acidente de carro na França. Fãs de Depp no twitter espalharam pela rede social a notícia que só foi desmentida quando o assessor do ator se pronunciou. Mas essa não foi a primeira vez que “mataram” Depp. Em 2004 a CNN noticiou que ele teria morrido em um acidente por dirigir alcoolizado e em 2007 que sua mulher, Vanessa Paradis, o teria encontrado morto em um apartamento em Paris.
Miley Cyrus: Rumores de que a cantora teria morrido no auge dos seus 15 anos surgiram em 2006. O carro em que Cyrus estava teria sido atropelado por um caminhão quando ela estava a caminho da gravação do próximo filme de Hannah Montana. Um pouco mais de um mês depois da notícia, um vídeo que mostrava o motorista do veículo bêbado foi postado no YouTube.
Jeff Goldblum: Se não bastasse Michael Jackson e Farrah Fawcett terem morrido no mesmo dia, um site de notícias aproveitou para divulgar que Jeff Goldblum teria caído de um penhasco durante as filmagens de um longa na Nova Zelândia. O ator Kevin Spacey foi quem desmentiu a história pelo twitter, afirmando que tinha acabado de falar com Jeff.
Ernest Hemingway: Em 1954, depois que Ernest Hemingway e sua esposa, Mary, estiveram envolvidos em duas quedas de aviões na África, a maioria dos jornais colocaram o nome do casal na lista seção de óbitos. Enquanto se recuperava Ernest avisava às publicações que estava vivo enquanto tomava uma taça de champagne.
Jaclyn Smith: Em 2009 a dublê da atriz foi realmente baleada no estômago enquanto estava em Honduras, mas as primeiras notícias afirmavam que quem teria recebido o tiro teria sido Jaclyn e que ela estava morta. Através do Twitter a verdade veio à tona.
Justin Timberlake e Britney Spears: Em 2001 os fãs de Justin e Britney lamentaram o falecimento do casal de artistas. Um site com o logotipo falso da BBC afirmava que um acidente de carro teria matado a cantora e que Justin estaria em coma. A polícia de Los Angeles passaram a noite atendendo as chamadas de repórteres e fãs preocupados.
Paul McCartney: Os rumores de que Paul McCartney teria morrido e reaparecido com o nome de Billy Shears começaram em uma publicação de faculdade, em 1969 e em poucas semanas se espalharam pelo mundo. Em uma participação no programa The Chris Farley Show o comediante perguntou se o ex-integrante dos Beatles se lembrava do episódio e rindo o músico respondeu que sim e que realmente não tinha morrido.
Joe DiMaggio: Em 1999 o jogador de baseball estava na casa de um amigo assistindo televisão quando mudou de canal por alguns minutos e viu que a NBC estava noticiando sua morte. Apesar de estar com um câncer no pulmão Joe enviou um comunicado avisando que seu estado não era desesperador. Dois meses após o ocorrido ele realmente faleceu.
Will Ferrell: Um falso comunicado de imprensa tirou a vida de Will Ferrell em março de 2006. O comediante estaria andando de parapente quando um vento de 90 km/h teria empurrado Ferrell, que perdeu o controle e foi parar entre algumas árvores. O comunicado incluía o nome do hospital em que ele estaria internado e uma falsa declaração dos pais de Ferrell que dizia: “Ele morreu fazendo uma das coisas que mais amava”.
Margaret Thatcher: Em 2009 o animal de estimação do, na época, Ministro dos Transportes do Canadá, John Baird causou alvoroço. O animal em questão era um gato que faleceu aos 16 anos que se chamava Thatcher. Ao mandar uma mensagem de texto para um amigo com os dizeres “Tatcher morreu” o boato de que a ex-primeira ministra britânica Margaret Thatcher teria morrido se espalhou rapidamente. Os funcionários de Londres receberam inúmeros telefonemas sem entender o que estava acontecendo e desmentiram a história.
Papa João Paulo II: O religioso foi declarado morto por três vezes. Em 1981, depois de uma tentativa de assassinato a CNN se referiu a ele no passado; Em 2003 o canal divulgou em seu site uma lista de falecidos e incluiu João Paulo; Por fim, dois anos antes da morte real do Papa a Fox News o declarou morto com base em falsos relatórios divulgados.

Johnny Depp em entrevista a MTV

Johnny Depp destrói quarto no pôster de The Rum Diary


O novo pôster do filme “The Rum Diary” mostra o ator Johnny Depp (franquia “Piratas do Caribe”) no meio de um quarto de hotel totalmente destruído, acordando de uma ressaca.
O longa é uma adaptação do livro do criador do jornalismo gonzo Hunter S. Thompson (1937-2005). Na história, Depp vive Paul Kemp (alter-ego de Thompson), um jornalista alcoólatra e decadente em Porto Rico.
O elenco conta também com Amber Heard (“Fúria sobre Rodas”(, Giovanni Ribisi (“Avatar”), Aaron Eckhart (“Batman – O Cavaleiro das Trevas”) e Richard Jenkins (“Queime Depois de Ler”). O roteiro e a direção são de Bruce Robinson, indicado ao Oscar por “Os Gritos do Silêncio” (1984).
A estreia ocorrerá no dia 28 de outubro nos EUA.



Johnny Depp não fará só figuração no filme da série Anjos da Lei



O pequeno papel queJohnny Depp pediu para ter na versão de cinema da série “Anjos da Lei” não será tão pequeno assim. A revelação partiu do ator Jake Johnson (da série “New Girl”), durante entrevista no programa “The Today Show”. Segundo o ator, ele participou dos testes para o papel que acabou indo para Depp. Mesmo assim, acabou aproveitado no filme, como o diretor da escola em que os policiais vividos por Jonah Hill (“Superfly”) e Channing Tatum (“Querido John”) se infiltram.
Não, ele não contou qual será o papel de Depp, que foi revelado na série original dos anos 1980.
Jonah Hill escreveu o roteiro em parceria com Andre Nemec e Josh Appelbaum (dupla da série “Alias” e do quarto “Missão Impossível”), Michael Bacall (“Scott Pilgrim contra o Mundo”) e o estreante Joe Gazzam. O filme tem direção de Phil Lord e Chris Miller (dupla de “Tá Chovendo Hamburguers”) e será lançado em 16 de março de 2012.

Alarme falso leva policiais à mansão de Johnny Depp


RIO - Policiais foram à mansão de Johnny Depp, que fica em Los Angeles, na sexta-feira, 14, pela manhã, em resposta a um chamado sobre uma possível violação de segurança. No local, perceberam tratar-se de um alarme falso.
De acordo com os oficiais, o ator que interpreta o capitão Jack Sparrow da série "Piratas do caribe" não estava em casa no momento.
Quando chegaram ao local, os policiais verificaram o imóvel para se certificarem de que tudo estava bem. Observaram que não havia nenhuma ameaça e que a casa de Johnny Depp estava fora de perigo.

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh