quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Documentário narrado por Johnny Depp----4 de janeiro proclamado "Dia dos The Doors" Leia mais: 4 de janeiro proclamado "Dia dos The Doors"




O dia 4 de janeiro vai ser proclamado "Dia dos The Doors", numa homenagem da cidade de Los Angeles para assinalar os 50 anos do lançamento do primeiro álbum da icónica banda norte-americana, anunciou o grupo.
Segundo o site oficial dos The Doors, a proclamação será feita pelo presidente da Câmara de Los Angeles, Eric Garcetti, e pelo vereador Mike Bonin, numa cerimónia pública no cruzamento das avenidas Pacific e Windward, onde se encontra o famoso sinal "Venice".
O guitarrista original, Robby Krieger, e o baterista John Densmore estarão presentes na cerimónia, assim como familiares do teclista Ray Manzarek e do vocalista Jim Morrison, que já morreram.





Para assinalar a data, a banda anunciou também o lançamento de uma edição de luxo do seu primeiro álbum num conjunto de três CD/LP que estará à venda a partir de 31 de março por cerca de 65 dólares (62 euros), informou ainda o site do grupo.
Embalado num livro de capa dura de 30x30 cm, o álbum inclui uma versão remasterizada do mix stereo original, disponível em CD pela primeira vez numa década e remasterizada pela primeira vez em quase 30 anos.
Inclui ainda a gravação ao vivo de um concerto no The Matrix, em São Francisco, gravado apenas semanas após o lançamento do álbum.
"Os The Doors (Densmore, Krieger, Manzarek, and Morrison) são possivelmente a mais lendária banda de Los Angeles de sempre. Formada em Venice, The Doors tornou-se o som e a voz dos anos 1960 e influenciou inúmeras gerações posteriores com canções clássicas como 'Light My Fire', 'Break On Through (To The Other Side)' e, claro, 'L.A. Woman'", pode ler-se num artigo publicado no site da banda.
A história dos The Doors, recorda ainda o mesmo texto, foi contada em diversos livros e filmes, incluindo o filme de Oliver Stone de 1991 e o documentário de 2010 'When You're Strange', narrado por Johnny Depp.
Apesar de terem começado a tocar em 1965, o primeiro álbum dos The Doors, com o mesmo nome, foi lançado a 04 de janeiro de 1967.
"Vem muito a propósito que os The Doors iniciem o seu 50.º aniversário em Venice, onde começámos", disse Densmore, citado no site.
"As nossas canções saltaram do Pacífico como lindos peixes prateados e comestíveis... e aparentemente o mundo deu uma grande dentada", acrescentou.
O vereador Mike Bonin, por seu lado, mostrou-se satisfeito por estar "entre o festim de amigos que vão celebrar os 50 anos dos The Doors".



via JornaldeNotícias

Depp acusa Amber Heard de querer "15 minutos de fama" à custa do divórcio

Para o ator, a ex-mulher apenas pretende aproveitar-se da separação para manter-se nas luzes da ribalta, daí não permitir que o divórcio fique concluído.




As polémicas do divórcio de Johnny Depp e Amber Heard continuam. O ator de 52 anos acusa a ex-mulher de querer o dinheiro do acordo feito apenas para prolongar os seus “15 minutos de fama”. Segundo consta, o ex-casal conseguiu chegar a um acordo em agosto do ano passado, no qual Depp foi obrigado a dar a Amber 7 milhões de dólares, aproximadamente, 6,7 milhões de euros.

No entanto, Amber não parece ter ficado satisfeita, pelo que exigiu que o valor fosse maior. Ora, de acordo com documentos legais da equipa de Johnny obtidos no mês passado e expostos pelo E! News, tudo não passa de uma estratégia da atriz para se manter nas ‘luzes da ribalta’. “A Amber está a procurar a atenção dos média com este pedido desnecessário. O seu pedido não é apenas uma tentativa flagrante de prolongar os seus 15 minutos de fama, mas também um desperdício do tempo do tribunal e recursos”, lê-se.
As declarações surgem depois do pedido de Johnny Depp para que a artista de 30 anos pagasse as despesas com os advogados. Para além disso, o ator estará desesperado para que o divórcio acabe o mais rapidamente possível e tenha a sua vida de volta.
Por sua vez, Amber Heard nega as acusações alegando que as propriedades que lhe pertenciam por direito após o divórcio bem como os pagamentos de Johnny ainda não foram cumpridos.
via FamaaoMinuto

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh