sábado, 26 de junho de 2010

Trailer de "In Search of Demme Ted"

Assista o trailer do documentário "In Search of Demme Ted" (Em Busca de Demme Ted) com a participação de Johnny. O documentário é sobre o diretor de Profissão de Risco que morreu em 2002 e traz diversos depoimentos de atores que trabalharam com ele, mas tudo em um tom de diversão, já que cada astro teve a oportunidade de ficar com a urna com as supostas cinzas de Demme durante um dia. Mas na vez de Johnny, depois de alguns drinks, ele a perde e o restante do filme é dedicado à sua busca. O documentário é uma ótima homenagem ao diretor que tinha o bom humor como característica marcante. Julgando pela aparência de Johnny as gravações devem ter sido feitas em 2003, na época de Janela Secreta, mas o lançamento do documentário está previsto para esse ano.


In Search of Ted Demme Trailer from Evan Boymel on Vimeo.




(A rápida cena dos bastidores de Profissão de Risco que aparece aos 29 segundos de vídeo pode ser vista completa no YouTube: aqui. Vale a pena assistir, o final é inesperado e cômico). :mrgreen:

Fonte

Novo boneco do Chapeleiro Maluco da Medicon Toy





���A���A�N�V�����q�[���[�Y-511

���A���A�N�V�����q�[���[�Y-511

���A���A�N�V�����q�[���[�Y-511

���A���A�N�V�����q�[���[�Y-511

���A���A�N�V�����q�[���[�Y-511

O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus – Review

Por Elis Lacerda
Essa é minha segunda review aqui no blog, a primeira foi sobre o filme “Alice no País das Maravilhas” que você pode ler aqui e também dar a sua opinião ;)
Mas vamos ao que interessa, “O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus“. Posso dizer que tive uma grande sorte por poder assistir a esse filme no cinema, ele estreou em minha cidade (Porto Alegre – RS) há exatamente uma semana, dia 18/06. Até então ele havia estreado em apenas duas cidades, Rio de Janeiro e São Paulo.
O filme conta a história de um homem que tem o dom de inspirar a imaginação das pessoas, o Dr. Parnassus do título (interpretado pelo ator Christopher Plummer). Ele viaja em um teatro itinerante na companhia de seu assistente Percy (Verne Troyer), de Anton (Andrew Garfield) e de sua filha Valentina (Lily Cole) para oferecer ao público a chance de transcender a realidade e entrar em um universo sem limites, o qual pode ser alcançado ao atravessar um espelho mágico. Mas Parnassus tem uma dívida com o diabo, o Sr. Nick (Tom Waits). Há milhares de anos, ele fez uma aposta com o diabo, em troca da imortalidade. Séculos depois, ao conhecer o seu verdadeiro amor, o Dr. Parnassus faz outra aposta com o diabo, na qual ele trocaria a imortalidade pela juventude, desde que, ao atingir 16 anos, sua filha Valentina se tornasse propriedade do Sr. Nick. A jovem está prestes a completar 16 anos e o Dr. Parnassus fica desesperado para protegê-la do seu destino iminente. O Sr. Nick chega para cobrar a dívida, mas, como não pode deixar passar uma boa aposta, resolve renegociar o prêmio. Agora, o destino de Valentina será decidido por aquele que seduzir as cinco primeiras almas. É em meio a essa trama que surge Tony (Heath Ledger), encontrado pela trupe pendurado em uma ponte, à beira da morte.
Posso dizer que ver Heath Ledger em seu último filme é um tanto triste. Ele tinha um talento e carisma que poucos atores possuem, e nesse filme não é diferente, é muito bom vê-lo em cena, mesmo sabendo que este foi seu último trabalho nas telas.
O filme é muito bom, possui um enredo muito bem elaborado e cheio de fantasia, de imaginação, como o próprio título sugere. É puro Terry Gilliam do começo ao fim. E os efeitos visuais usados para mostrar o mundo imaginário por trás do espelho é lindo, mudando de acordo com a imaginação de cada persoagem. Ótima direção de arte. Além de levantar questionamentos tão presentes em nossa vida moderna.
Terry Gilliam inseriu Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell na história de maneira inteligente, para ocupar as cenas que Heath não pôde gravar. A primeira transformação do personagem “Tony” é quando ele entra pela primeira vez no espelho, onde Johnny Depp o interpreta. A melhor transformação do personagem em minha opinião, pois além de ter se encaixado muito bem na história, Depp foi quem mais lembrou Ledger. E fica nítido a homenagem a Heath Ledger presente nessa cena, onde Depp diz que nada é permanente nem mesmo a morte. A única parte do filme que percebe-se a falta de Ledger é no final.
“O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus” é um espetáulo para nossos olhos e para nossa imaginação. E é claro uma homenagem sincera ao talentoso Heath Ledger, terminando com a frase:
“Um filme de Heath Ledger e amigos”

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh