sexta-feira, 18 de junho de 2010

"Parnassus" estréia em Porto Alegre!



O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus estréia hoje em Porto Alegre! O filme que não teve estréia nacional e foi exibido somente no Rio de Janeiro e São Paulo, terá sua estréia no Rio Grande do Sul, mas em apenas dois cinemas confirmados até agora:

Guion Center

Cinemateca - Espaço Banrisul de Cinema

O longa do diretor Terry Gilliam conta a história do Dr. Parnassus, dono de uma companhia de teatro itinerante que tem o dom de inspirar as pessoas. Com a ajuda de seu assistente Percy (Verne Troyer) e do mágico Anton (Andrew Garfield), ele oferece a chance de transcender a realidade, entrando em um universo sem limites. Este é o último filme de Heath Ledger, que faleceu em janeiro de 2008 no meio das filmagens. Isto fez com que o longa fosse reescrito, contando com a presença de atores como Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell, que prestam uma homenagem póstuma a Ledger.

Stills oficiais de "The Rum Diary"

Veja abaixo dois "novos" stills de The Rum Diary. Ambos já tinham sido divulgados por alguns sites, mas com menor resolução:

Imagem Imagem

O filme narra a passagem de um jornalista alcóolatra e decadente chamado Paul Kemp (Johnny) pela Porto Rico dos anos 1950 e é a adaptação para o cinema do primeiro livro do jornalismo Hunter S. Thompson. Este é segundo alter-ego de Thompson que Johnny interpreta. Raoul Duke, no filme de Terry Gilliam, "Medo e Delírio" (Fear and Loathing in Las Vegas, 1998) foi o primeiro. The Rum Diary foi filmado ano passado, mas ainda não possui previsão de estréia.

Segundo still oficial de "The Rum Diary".

Primeiro still oficial de "The Rum Diary"

Johnny na Filadélfia

Graças ao DeppImpact temos fotos de Johnny na Filadélfia neste último domingo, quando assistiu uma partida de baseball. Parece que o homem que aparece nas fotos com Johnny, o viu no Havaí e o convidou para assistir ao jogo que aconteceria em auxílio a crianças com doenças mentais e, logicamente, Johnny aceitou:

Imagem Imagem

Fonte

Jerry Bruckheimer nos sets de Piratas do Caribe

Jerry Bruckheimer está realmente cumprindo sua palavra! As fotos dos bastidores de Piratas do Caribe, On Stranger Tides, estão ficando mais frequentes em seu Twitter! Essa foi a segunda foto de hoje (clique para ver em maior tamanho), do próprio produtor com o seguinte comentário:

Imagem

"Eu geralmente fico nesta cadeira com minha câmera" - postado hoje

Uma observação interessante é que provavelmente o logo com a caveira de Jack Sparrow jorrando água de seus olhos, atrás do encosto da cadeira, seja o oficial, já que a tradução literal do subtítulo do filme é "Em Marés Estranhas".

Morre, aos 87 anos, o escritor português José Saramago

Autor de 'Ensaio sobre a cegueira' era vencedor do Prêmio Nobel.
Nota em seu site fala 'múltipla falha orgânica após prolongada doença'.

Do G1, com agências internacionais
O escritor português José Saramago morreu aos 87 anos em sua casa em Lanzarote, nas Ilhas Canárias, nesta sexta-feira (18). A informação foi divulgada pela família do escritor de "Ensaio sobre a cegueira" e confirmada em seu site oficial.
"Hoje, sexta-feira, 18 de junho, José Saramago faleceu às 12h30 horas [horário local] na sua residência de Lanzarote, aos 87 anos de idade, em consequência de uma múltipla falha orgânica, após uma prolongada doença. O escritor morreu estando acompanhado pela sua família, despedindo-se de uma forma serena e tranquila", diz uma nota assinada pela Fundação José Saramago e publicada na página do escritor na internet.
Comente esta notícia
O autor de "O evangelho segundo Jesus Cristo" e "Ensaio sobre a cegueira" vivia em Lanzarote desde 1993 com sua esposa, a jornalista Pilar del Río. Nos últimos anos foi hospitalizado em várias oportunidades, principalmente devido a problemas respiratórios.
Expoente da literatura mundialO escritor português era um dos maiores nomes da literatura contemporânea e vencedor de um prêmio Nobel de Literatura no ano de 1998 e de um prêmio Camões - a mais importante condecoração da língua portuguesa.
Entre seus livros mais conhecidos estão "Memorial do convento", "O ano da morte de Ricardo Reis", "O Evangelho segundo Jesus Cristo", "A jangada de pedra" e "A viagem do elefante". O mais recente romance publicado pelo escritor foi "Caim", de 2009. Seu estilo de escrita era caracterizado pelos parágrafos muito longos e escassez de pontuações.
"Ensaio sobre a cegueira", que conta a história de uma epidemia branca que cega as pessoas, metáfora da cegueira social, foi levado às telas em um produção hollywoodiana filmada pelo cineasta brasileiro Fernando Meirelles (de "Cidade de Deus") em 2008. O autor, normalmente avesso a adaptações de suas obras, aprovou o trabalho de Meirelles.
Saramago era considerado como o criador de um dos universos literários mais pessoais e sólidos do século XX e uniu a atividade de escritor com a de homem crítico da sociedade, denunciando injustiças e se pronunciando sobre conflitos políticos de sua época. Em 1997, escreveu a introdução para o livro de fotos "Terra", em que o fotógrafo Sebastião Salgado retratava a rotina do movimento dos sem-terra no Brasil.
No mesmo ano, uma exposição sobre o trabalho de Saramago foi exibida no Brasil. "José Saramago: a consistência dos sonhos" trazia cerca de 500 documentos originais e outros tantos digitalizados, reunidos em um formato que, misturando o tradicional e a tecnologia moderna, levavam o visitante a uma agradável e rara viagem pela vida e pela obra do escritor português.
Autor José Saramago, em novembro de 2009O autor José Saramago, em foto de novembro de 2009 (Foto: AFP)

Biografia
Prêmio Nobel de Literatura de 1998, o português José Saramago nasceu em 16 de novembro de 1922, na pequena aldeia portuguesa de Azinhaga, no Ribatejo, região central do país. José de Sousa era conhecido pelo apelido de sua família paterna, Saramago, que o funcionário do Registro Civil acrescentou após seu nascimento.
Sua família mudou-se para Lisboa quando José tinha dois anos. Aluno brilhante, ele teve de abandonar o ensino secundário aos 12 anos, por causa da falta de recursos de seus pais.
Ateu, cético e pessimista, Saramago sempre teve atuação política marcante e levantava a voz contra as injustiças, a religião constituída e os grandes poderes econômicos, que ele via como grandes doenças de seu tempo.
"Estamos afundados na merda do mundo e não se pode ser otimista. O otimista, ou é estúpido, ou insensível ou milionário", disse em dezembro de 2008, durante apresentação em Madri de "As Pequenas Memórias", obra em que recorda sua infância entre os 5 e 14 anos.
Saramago: 'O Evnagelho segundo Jesus Cristo' gerou polêmica 
com Igreja.Saramago: romance 'O Evangelho segundo Jesus Cristo' gerou polêmica com Igreja Católica. (Foto: AFP)
Filiado ao Partido Comunista português
Autodescrito como um "comunista libertário", ele também provocou polêmica ao chamar a Bíblia de "manual de maus costumes". Ao longo de seis décadas de carreira literária, publicou cerca de 30 obras, entre romances, poesia, ensaios, memórias e teatro.
Saramago publicou seu primeiro romance, "Terra do pecado", em 1947. Em 1969, sob a ditadura salazarista, ele filiou-se ao Partido Comunista português. Depois de 47, ele ficou quase 20 anos sem publicar, argumentando que "não tinha nada a dizer". Na época, teve empregos públicos e trabalhou como editor e jornalista.
Entre 1966 e 1975, publicou poesia: "Os Poemas Possíveis", "Provavelmente alegria" e "O ano de 1993". Em 1977, publicou o romance "Manual de pintura e caligrafia". Depois, vieram os contos de "Objeto quase" (1978) e a peça "A noite" (1979).
Mas o reconhecimento mundial só chegou com "Memorial do convento", de 1982, a que se seguiu "O ano da morte de Ricardo Reis", dois anos depois. Os dois romances receberam o prêmio do PEN Clube Português.
Nobel e Camões ao desafeto da Igreja
Seu romance "O Evangelho segundo Jesus Cristo", de 1991, provocou polêmica com a Igreja Católica e foi proibido em Portugal em 1992.

O romance mostrava um Jesus humano, com dúvidas, fraquezas e conversando com um Deus cruel. Em um dos episódios, Jesus perdia sua virgindade com Maria Madalena.
Um ano depois disso, ele decidiu se mudar para a ilha de Lanzarote, no arquipélago espanhol das Canárias, onde ficou até morrer, sempre acompanhado pela sua segunda mulher, a jornalista e tradutora espanhola Pilar del Río.
Em 1995, ganhou o Prêmio Camões pelo conjunto da obra e publicou "Ensaio sobre a cegueira", que ganharia versão cinematográfica, dirigida pelo brasileiro Fernando Meirelles, em 2008.
Em 1998, ele ganhou o Nobel de Literatura. Na justificativa da premiação, a academia afirmou que o português criou uma obra em que, "mediante parábolas sustentadas com imaginação, compaixão e ironia, nos permite captar uma realidade fugitiva".
Seu último romance foi "Caim", de 2009, também bastante criticado pela Igreja Católica por conta de sua visão pouco ortodoxa do Velho Testamento.

Xuxa: Filme “Amor Estranho Amor” tem comercialização proibida mais uma vez

Segundo “O Globo”, Cinearte ameaçou lançar o filme que apresentadora quer manter em sigilo
QUEM Online
.AgNews
O voto do desembargador Cláudio de Mello Tavares manteve proibidas a comercialização e divulgação de “Amor Estranho Amor”, informou o jornal “O Globo” desta sexta-feira (18). O polêmico filme, lançado em 1982, traz Xuxa Meneghel no papel de uma mulher que seduz um garoto de apenas 12 anos.

De acordo com o jornal, a Cinearte ameaçou lançar o filme porque Xuxa continuava depositando o mesmo valor, considerado defasado, para manter a obra em sigilo, resultado de acordo de 2009.

Kristen Stewart e Taylor Lautner cochicham ao pé do ouvido ao promoverem filme Astros de 'Eclipse' posaram para fotos em Berlim, na Alemanha.

As filmagens já acabaram faz tempo, mas o trabalho continua. Kristen Stewart e Taylor Lautner estão enfrentando outra saga, a de divulgar "Eclipse" em vários países. Desta vez, a dupla esteve em Berlim, na Alemanha, onde posaram para fotos. Sempre juntinhos e cochichando ao pé do ouvido...

AFP 
/.Agência

Kristen Stewart e Taylor Lautner (18/06/10)

Angelina Jolie visita creche no Equador Atriz é embaixadora da agência especial para refugiados da ONU

Reprodução/-Reprodução

Angelina Jolie no Equador(17/06/10)

Angelina Jolie visitou uma creche na província de Sucumbíos, no Equador, nesta quinta, 17, e brincou com as crianças. Atriz é embaixadora da agência especial para refugiados da ONU.

“Tem oito anos que vim aqui pela última vez e a presença da ONU cresceu muito. Eles tem ido a partes mais remotas da selva para alcançar os refugiados, que vivem em lugares muito distantes em condições desesperadoras", explicou a atriz. O dia mundial dos refugiados é em 20 de junho, no próximo domingo.

COPA DO MUNDO-alemanha perde para a Sérvia

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh