sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Tropa de Elite 2 é eleito um dos melhores filmes do ano nos EUA e “Rango”, dublado nos EUA por Johnny Depp, foi eleito a Melhor Animação.


O filme “Tropa de Elite 2″, de José Padilha, foi eleito um dos cinco melhores filmes estrangeiros de 2011 pelo National Board of Review.
A antiga instituição, que em 1929 se tornou a primeira a listar os melhores lançamentos do ano nos cinemas americanos, escolheu “A Separação”, do iraniano Asghar Farhadi, como o Melhor Filme Estrangeiro de 2011, mas colocou outros cinco longas numa lista de preferidos. Nela também estão o japonês “13 Assassinos”, de Takashi Miike, o iraniano “Footnote”, de Joseph Cedar, o finlandês “O Porto” (La Havre), de Aki Kaurismäki, e o francês “Point Blank”, de Fred Cavayé.
Hugo
O NBR escolheu “Hugo”, de Martin Scorsese, como Melhor Filme americano do ano. Scorsese também ganhou o prêmio de Melhor Diretor. “‘Hugo’ é um filme tão pessoal de Martin Scorsese. É um tributo aos primeiros anos do cinema, que usa tecnologia atual de ponta para levar a audiência a um mundo completamente único e mágico”, escreveu a presidente da National Board of Review, Annie Schulhof, no site oficial da organização, fundada em 1909 e composta por mais de 100 cineastas, acadêmicos e críticos cinematográficos de Nova York.
O Brasil também aparece, como tema, na lista dos melhores documentários, que destaca “Senna”, de Asif Kapadia, sobre o piloto brasileiro Ayrton Senna. Esta lista também inclui “Born to be Wild”, de David Lickley, “Buck”, de Cindy Meehl, “George Harrison: Living in the Material World”, de Martin Scorsese, “Project Nim”, de James Marsh, e o vencedor da categoria, “Paradise Lost 3: Purgatory”, o final da trilogia de Joe Berlinger e Bruce Sinofsky.
A Separação
Entre os atores, foram escolhidos George Clooney (“Os Descendentes”), no papel de um pai ausente, que tenta se conectar com os filhos após sua esposa entra em coma, e Tilda Swinton (“Precisamos Falar sobre Kevin”), como uma mãe atordoada por seu filho promover uma matança.
Os coadjuvantes foram Christopher Plummer (“Toda Forma de Amor”) e Shailene Woodley (“Os Descendentes”).
Os Descendentes
Além dos prêmios de atuação, a trama de “Os Descendentes” também foi considerada o Melhor Roteiro Adaptado. A comédia indie “50/50″ ficou com o prêmio de Melhor Roteiro Original.
“Rango”, dublado nos EUA por Johnny Depp, foi eleito a Melhor Animação.
Rango
Foram distribuídos também menções especiais, que não constam de outras premiações. Até a saga “Harry Potter” foi lembrada, como Melhor Tradução de Livro para o cinema.
O National Board of Review também listou os 10 melhores filmes do ano. Confira abaixo, junto da premiação completa.
Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2
.

National Board of Review 2011

.
Melhor Filme
“Hugo”
Melhor Diretor
Martin Scorsese (“Hugo”)
Melhor Ator
George Clooney (“Os Descendentes”)
Melhor Atriz
Tilda Swinton (“Precisamos Falar sobre Kevin”)
Melhor Ator Coadjuvante
Christopher Plummer (“Toda Forma de Amor”)
Melhor Atriz Coadjuvante
Shailene Woodley (“Os Descendentes”)
Melhor Roteiro Original
Will Reiser (“50/50″)
Melhor Roteiro Adaptado
Alexander Payne, Nat Faxon e Jim Rash (“Os Descendentes”)
Melhor Animação
“Rango”
Revelação
Rooney Mara (“Millenium – Os Homens Que Não Amavam as Mulheres”) e Felicity Jones (“Like Crazy”)
Melhor Estreia
Margin Call – O Dia Antes do Fim, de J.C. Chandor
Melhor Elenco
Histórias Cruzadas
Spotlight Award
Michael Fassbender (“Um Método Perigoso”, “Jane Eyre”, “Shame”, “X-Men: Primeira Classe”)
NBR Liberdade de Expressão
“Crime After Crime”, “Pariah”
Melhor Filme Estrangeiro
“A Separação”
Melhor Documentário
“Paradise Lost 3: Purgatory”
Prêmio Especial
Franquia “Harry Potter”: uma transição distinta dos livros para o cinema
Top 10: Melhores Filmes 
“O Artista”
“Os Descendentes”
“Drive”
“Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres”
“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2″
“Tudo pelo Poder”
“J. Edgar”
“A Árvore da Vida”
“Cavalo de Guerra”
Top 10: Filmes Independentes
“50/50″
“Another Earth”
“Toda Forma de Amor”
“A Better Life”
“Cedar Rapids”
“Margin Call”
“Shame”
“O Abrigo”
“Precisamos Falar sobre Kevin”
“Win Win”
Top 5: Filmes Estrangeiros
“13 Assassinos”
“Tropa de Elite 2″
“Footnote”
“O Porto”
“Point Blank”
Top 5: Documentários
“Senna”
“Born to be Wild”
“Buck”
“George Harrison: Living in the Material World”
“Project Nim”

Helena Bonham Carter fala sobre 'Dark Shadows'



Helena Bonham Carter, esposa do diretor Tim Burton ('Alice no País das Maravilhas'), falou sobre 'Dark Shadows', próxima parceira de ambos.
"O filme é muito original, e será bastante difícil vendê-lo. Ele não se encaixa em apenas um gênero. É uma novela completa, que mistura tudo. Tem fantasmas, vampiros, humanos...", disse à MTV.
A atriz também falou sobre sua personagem, a psicóloga Julia Hoffman, que tenta ajudar o vampiro Barnabas (Depp) a conter seu vício por sangue.
"Ela é uma psiquiatra alcoólatra, nunca havia interpretado um personagem assim. E ela tem segredos. Todos os personagens tem. É um filme sobre o poder do segredo", finalizou.
Dark Shadows é baseado na série gótica que ia ao pela ABC na década de 60. A série se tornou imensamente popular, quando, depois de um ano de sua execução, o vampiro Barnabas Collins (a ser interpretado por Depp) apareceu. 'Dark Shadows' também contou com lobisomens, fantasmas, zumbis, monstros, bruxas, feiticeiros,viagem no tempo e um universo paralelo.
No ano de 1752, Joshua, Naomi Collins e seu filho Barnabas, foram embora de Liverpool, Inglaterra, para começar uma nova vida na América. Mas mesmo um oceano não foi suficiente para escapar da misteriosa maldição que atormenta sua família. Duas décadas se passaram e Barnabas (Johnny Depp) tem o mundo aos seus pés, ou pelo menos a cidade de Collinsport, Maine. Capitão do Collinwood Manor, Barnabas é rico, poderoso e um playboy inveterado ... até que ele comete o erro grave de quebrar o coração de Angelique (Eva Green), uma bruxa, em todos os sentidos da palavra, Angelique condena-o a um destino pior que a morte, transformando-o em um vampiro e enterrando-o vivo.
Dois séculos mais tarde, Barnabas é libertado de seu túmulo, e surge nos dias modernos.
Michelle PfeifferHelena Bonham CarterEva Green ('007 - Cassino Royale') eJackie Earle Haley ('A Hora do Pesadelo') também estrelam.
Pfeiffer viverá Elizabeth Collins Stoddard, co-protagonista. Green será Angelique, uma bruxa poderosa, e Haley será o bandido Willie Loomis.
O longa marca, mais uma vez, a parceria da duplinha Johnny Depp e Tim Burton.
Essa é a oitava vez que Depp e Burton trabalham juntos, e todas as anteriores foram sucesso absoluto: 'A Fantástica Fábrica de Chocolates', 'A Noiva Cadáver', 'Ed Wood', 'Edward - Mãos de Tesoura', 'A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça', 'Sweeney Todd' e 'Alice no País das Maravilhas'.

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh