quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Bom demais para o Oscar? Veja 7 papéis de Johnny Depp que valeriam a estatueta

Johnny Depp é conhecido por interpretar papéis completamente diferentes em sua carreira


Se a maioria dos atores e atrizes do primeiro escalão de Hollywood já venceu ou sonha com a estatueta do Oscar, Johnny Depp é uma exceção. Em entrevista para o site da BBCNewbeat, o astro desdenhou da honraria dada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos. “Não quero ganhar uma coisa dessas nunca”, disse. Depp afirmou que se sente satisfeito com as indicações que já recebeu. “Eles me indicaram umas duas ou três vezes. Indicação é o bastante”, concluiu.
O ator esteve na disputa do Oscar de melhor ator em três ocasiões, pelas atuações em “Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra” (2003), “Em Busca da Terra do Nunca” (2004) e “Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet” (2007).

Em seu mais recente trabalho, “Aliança do Crime”, voltou a receber elogios da crítica especializada, após protagonizar alguns fracassos de bilheteria. O filme de Scott Cooper estreia no Brasil dia 12 de novembro e conta com a estrela na pele de Whitey Bulger, um gângster implacável do sul de Boston, nos Estados Unidos, nos anos 70 e 80.

Para celebrar o retorno de Depp às grandes atuações, a Jovem Pan Online listou sete personagens memoráveis do ator, dignos de Oscar:





Edward (Edward - Mãos de Tesoura, 1990)
A parceria com Tim Burton resultou no primeiro papel excêntrico dos muitos que Depp fez durante a carreira. Edward é um jovem criado por um inventor e possui enormes lâminas no lugar das mãos. O ator dá vida a um personagem inocente e talentoso, mas que é tratado como aberração.


Don Juan (Don Juan DeMarco, 1995)
Como Don Juan, Depp, que já era uma figura cult em 1994, firmou-se também como galã. Um jovem, que afirma ser o lendário conquistador de mulheres, descreve sua vida amorosa ao psiquiatra Dr. Jack Mickller (Marlon Brando) e passa a influenciá-lo.


Sir James Matthew Barrie (Em Busca da Terra do Nunca, 2004)
Neste longa, Johnny Depp interpreta um escritor frustrado que procura inspiração para uma grande ideia que possa lhe trazer sucesso. Ao conhecer Sylvia (Kate Winslet) e seus quatro filhos, acaba criando a história de Peter Pan. Aqui, o ator mostra que também é talentoso com personagens reais e, de certa forma, comuns.



Willy Wonka (A Fantástica Fábrica de Chocolate, 2005)
Neste remake do clássico de 1971, o ator é o dono da maior fábrica de doces do planeta e decide realizar um concurso para escolher um herdeiro para seu império. Sua atuação cômica é um dos destaques da obra.


Sweeney Todd (Sweeney Todd: O Barbeiro da Rua Fleet, 2007)
Uma de suas indicações ao Oscar foi pela interpretação do barbeiro que assassina seus clientes e, ao lado da quituteira Mrs. Lovett (Helena Bonham Carter), usa os restos mortais das vítimas para assar tortas.


O Chapeleiro Maluco (Alice no País das Maravilhas, 2010)
Nas mãos novamente de Tim Burton, o filme da Disney ganhou muitas cores e efeitos especiais. O ator nos presenteou com um Chapeleiro expressivo, com as emoções à flor de pele.


Jack Sparrow (Piratas do Caribe)
O papel mais icônico do ator é o atrapalhado pirata. Sua atuação caricata conquistou todos os públicos. Foi indicado ao Oscar no segundo filme da franquia, “Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra”.


via  JP










Nenhum comentário:

Postar um comentário

AS MIL FACES DE JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

JOHNNY DEPP

HUMOR DA NAHH

The current mood of nahh at nahh